Gustavo Riveiros Detter, um menino de apenas 13 anos, de São Vicente, no litoral de São Paulo, foi encontrado durante uma tentativa de suicídio. O garoto estava com uma corda no pescoço e de frente para o computador. A suspeita da família é que o jogo online que ele estava jogando tenha relação com sua #Morte.

Acredita-se que a iniciativa de tentativa de suicídio tenha vindo de um desafio que o jogo propõe ao perdedor. Assim, após jogar a partida, o menino amarrou uma corda no gancho do saco de boxe e realizou o desafio. Neste sábado (15), o menino foi encontrado ainda com vida por familiares, que o levaram para um pronto socorro.

Publicidade
Publicidade

Mas 24 horas depois o garoto veio a falecer, já nesse domingo (16).  

De acordo com informações colhidas pelo tio materno sobre a morte do menino, e que constam do boletim de ocorrência, ele afirma que no momento do suicídio o garoto estava jogando online com outros três amigos. E tanto o microfone, quanto a webcam de todos os participantes do jogo estavam ativas e conectadas. Desse modo, os três meninos viram em tempo real a morte de Gustavo.

Os familiares acrescentaram que, segundo algumas mensagens no computador, talvez essa não tenha sido a primeira vez que Gustavo tentou suicídio ao participar de um desafio de games. Isso porque uma das mensagens dos seus colegas diz: “Detter foi se enforcar de novo”.

Os colegas de Gustavo que estavam na transmissão ao vivo ficaram assustados e perceberam que era real.

Publicidade

Com isso, pediram a uma prima da vítima para ver como ele estava. A menina estava no quarto ao lado e quando chegou no quarto da vítima, se assustou e pediu socorro ao tio de Gustavo. Os tios conseguiram reanimar o menino e chamaram o serviço de emergência 24h da SAMU, que o levou para o hospital de São Vicente. Isso ocorreu por volta das 22h40 da noite de sábado (15).

No domingo, pela manhã, por volta das 5 horas, o garoto foi transferido para o Hospital Ana Costa, que fica em Santos. Contudo, o garoto não resistiu e veio a falecer algumas horas depois.

O tio da vítima registrou o caso no 7.º DP de Santos – SP. Ele acredita que o garoto foi induzido pelos demais participantes do jogo. Assim, ele alerta para o perigo dos #Jogos online.