A cidade de #São Paulo é a maior do Brasil, sendo considerada a maior metrópole nacional e o coração econômico do país. Contudo, a cidade continua sofrendo com a #Chuva e suas consequências. O tempo passa, governantes entram e saem do poder e a infraestrutura continua deficiente, resultando em perdas materiais e a interrupção de dezenas de vidas. O site Clima Tempo já anunciou a próxima #Tragédia que acontecerá em São Paulo.

Clima Tempo anuncia chuva intensa

Todo o Brasil já acompanhou a situação da população paulistana quando começam os tempos de chuvas. Alagamentos, quedas de postes e árvores, destruição de casas e mortes são frequentes nos momentos de chuva.

Publicidade
Publicidade

Infelizmente, isso é normal devido à falta de infraestrutura da capital paulista. A tragédia anunciada está no fato do volume de chuva que cairá em um único dia.

De acordo com informações do site Clima Tempo, no dia 5 de novembro, existe a possibilidade de 60% de cair 35 milímetros de chuva. Para comparar, os dias  de chuvas normais caem aproximadamente 10 milímetros. Para piorar a situação, no dia 3 de novembro São Paulo será vítima de 15 mm de chuva e dia 4 de novembro 19 mm.

Uma simples chuva de 10 mm causa grandes problemas a população, desde trânsito lento até enchentes e as consequências que todos já viram nas reportagens de rádio e TV. No início de novembro, a maior cidade do Brasil terá 3 dias de chuvas intensas, aumentando cada vez mais. Com certeza, São Paulo não está preparada para isso.

Publicidade

A tragédia está anunciada e não há nada que pode ser feito, a não ser prestar o serviço de alerta a população. Afinal, a luz vai acabar, enchentes vão acontecer e todos os problemas inerentes da falta de infraestrutura acontecerão..

A população que mora em zonas de risco deve tomar grande cuidado, preferencialmente não dormir nesses lugares durante os dias de chuvas fortes. O prefeito Fernando Haddad não precisa se pronunciar, nada foi feito para evitar os problemas da chuva. Todos sabem que nessa época a chuva chega com intensidade. Agora, não há o que ser feito, apenas aguardar as tragédias nos noticiários. Para os paulistanos fica o alerta: cuidado!