Mesmo perdendo as últimas eleições municipais para João Doria, o prefeito #Fernando Haddad continua trabalhando e terminando obras e ações que começou em seu mandato na prefeitura da cidade.

A próxima entrega do atual prefeito será, nesta quinta-feira (24), quando inaugurar a Unidade Básica de Saúde (UBS) União de Vila Nova, em São Miguel Paulista, Zona Leste. A nova UBS União de Vila Nova, em estrutura modular, vai substituir duas outras unidades: União de Vila Nova I e União de Vila Nova II – Adão Manoel. O secretário de saúde, Alexandre Padilha, estará presente na inauguração.

A UBS, que funcionará em gestão compartilhada com a Organização Social de Saúde (OSS) APS Santa Marcelina, atenderá de segunda a sexta-feira, das 7h às 19h, com sete equipes de Estratégia Saúde da Família (ESF).

Publicidade
Publicidade

Cerca de 7500 pessoas ou 23.400 famílias serão beneficiadas pela nova UBS, que terá área de 749 metros quadrados num terreno de 2 mil metros quadrados, cercado por um jardim e estacionamento para funcionários e veículo de remoção.

Com o investimento de aproximadamente R$ 1,5 milhão, vindo dos cofres da cidade, a unidade foi concluída em pouco mais de sete meses e possui sete consultórios médicos e um odontológico, farmácia, salas para coleta de exames, curativo, inalação, sala para reuniões de conselheiros, ACSs, banheiros e acessibilidade garantida.

Hoje, o bairro União de Vila Nova compreende aproximadamente 30 mil famílias e, por meio de luta dos moradores e movimentos, foram garantidos alguns projetos de urbanização. A região conta também com água tratada, rede de esgoto e ruas com calçamento além de novos projetos na área de educação.

Publicidade

A nova UBS é uma conquista da área da saúde e pode ajudar a diminuir a insatisfação de grande parte da população da cidade, já que uma recente pesquisa do Datafolha feita com os paulistanos mostra que eles estão insatisfeitos com a gestão municipal em relação à saúde. Para 79%, Haddad fez menos do que esperado e prometido no setor.

Mas em relação à qualidade dos serviços prestados em postos de saúde, as avaliações são mais positivas do que negativas.

O prefeito eleito da cidade prometeu durante a campanha que fará o Corujão da saúde. O programa pretende reduzir as filas no sistema público. De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, cerca de 417 mil pessoas esperam a realização de exames na rede municipal. #prefeitura #S. Miguel Paulista