Um crime violento deixou a cidade de Jaboticabal, no interior de #São Paulo, perplexa na noite desta quarta-feira (21). Segundo informações obtidas com a polícia, William Roberto Ferreira Costa, de 27 anos, chegou à boate Léo Drinks Bar, a procura de uma prostitua que ele costuma se envolver no recinto.

De imediato, ele pediu que a chamassem, mas a resposta foi negativa, pois, segundo funcionários do Bar, ela estava na companhia de outra pessoa. Frustrado, William Roberto tomou uma atitude monstruosa.

Calado, ele saiu do recinto, foi até o seu veículo, pegou uma arma de fogo e voltou ao local. Ele começou uma verdadeira carnificina, atirando contra as pessoas que estavam presentes na boate.

Publicidade
Publicidade

A dona do estabelecimento, três garotas de programa, o segurança e o homem que estava na companhia da mulher desejada por William, foram alvejados e vieram a óbito no local.

A Polícia informou que segundo relatos de testemunhas muitas pessoas conseguiram fugir, evitando, assim, uma tragédia de proporção ainda maior. O local onde tudo aconteceu fica na zona rural do município.

Após cometer o bárbaro crime, William Roberto Ferreira Costa fugiu a pé, deixando para trás o seu veiculo, um fusca que não teve a placa divulgada. Testemunhas relataram que o assassino fugiu por um canavial próximo ao local.

William continua foragido e a polícia está efetuando busca com o objetivo de prendê-lo. O crime foi considerado como uma #chacina, ato de assassinato coletivo.

O que leva a pessoa cometer um massacre como este:

Segundo um Psicanalista, existem pessoas que vão contra as regras da sociedade, estes são chamados sociopatas.

Publicidade

Entre os sociopatas existem os psicopatas, que têm um transtorno de personalidade, mas têm consciência do que fazem. A psicopatia é um distúrbio mental grave e tem como principal característica a frieza e a insensibilidade aos sentimentos de terceiros.

Este caso, além de um crime passional, tem indícios de psicopatia, pois ele teve tempo de ir até o carro e planejar o crime. Mas isso só será possível confirmar através de um laudo de um profissional. #Casos de polícia