A Avenida Paulista sempre foi palco de grandes eventos realizados na grande São Paulo. Mais de 1,5 milhão de pessoas passam pela paulista todos os dias para trabalhar, frequentar cinemas, teatros, bancos, bares ou restaurantes. Todos os anos era possível perceber a imensa produção da avenida no #Natal, enfeitada por bonecos variados, renas, árvore iluminada e um Papai Noel de 10 metros de altura. A época era perfeita para reunir a família ou atrair novos turistas. Muitos faziam questão de parar para tirar fotos e compartilhar nas redes sociais.

A crise do Brasil

Infelizmente esse ano a coisa está bem diferente. Muitos chegaram a acreditar que esse ano a Avenida Paulista corria o risco de ficar sem a tradicional decoração de fim do ano por falta de patrocínio.

Publicidade
Publicidade

Quem passar pela Avenida Paulista não vai encontrar iluminação nos postes do canteiro central da avenida e nem guirlandas. Um dos destaques do Parque Trianon eram as famosas árvores de Natal, que esse ano está sem luzes.

Nas redes sociais, muitas pessoas criticaram a estrutura que foi montada esse ano e a pouca decoração na Avenida Paulista. Uma das internautas do Twitter comentou: "É tão estranho ver a Avenida Paulista sem aqueles enfeites de Natal esse ano, a crise afetou todo mundo mesmo". Outra pessoa apontou: "São Paulo começou a dar errado quando pararam de decorar a Avenida Paulista inteira no Natal".

Natal 2016

Entretanto, algumas decorações salvaram o ano e chamam a atenção das pessoas que passam pelas ruas da Paulista. O Shopping Center 3 abrilhantou o espaço com papais noéis praianos e uma árvore de 10 metros de altura na calçada.

Publicidade

O Shopping Cidade São Paulo também entrou no clima e pagou cerca de um milhão de reais para decorar corredores, fachada e as árvores ao redor. Em parceria com a Coca Cola, a árvore de Natal do Ibirapuera foi inaugurada no dia 26 de novembro na Praça Escoteiro Aldo Chioratto, para que as pessoas pudessem apreciar esse momento de lazer e aproveitar o espírito natalino.

Vale ressaltar que no ano passado a prefeitura de São Paulo foi a única que patrocinou a festa de réveillon. Somente os fogos de artifícios foram pagos por uma empresa que fechou a parceria momentos antes da chegada do ano novo. #AnoNovo #AvenidaPaulista