O experiente piloto Peterson dos Santos Pinheiro, que nasceu e morava atualmente na cidade de Suzano (região metropolitana do estado de São Paulo) é um dos mortos em um acidente com um helicóptero que ocorreu na tarde do último domingo, 04 de dezembro de 2016 em São Lourenço da Serra/SP.

Além de Peterson Pinheiro, morreram também Rosimeire do Nascimento, o irmão dela, Silvano do Nascimento e a fotógrafa Nayla Borba que estava grávida de seis meses.

O acidente ocorreu às 16 horas do último domingo em uma região de mata de São Lourenço da Serra (Estrada da Barrinha, próxima à Rodovia Régis Bittencourt), o helicóptero se encaminhava para uma cerimônia de casamento que ocorreria no Sítio Beija-Flor (localizado a poucos quilômetros do local do acidente).

Publicidade
Publicidade

Carlos Baptista, proprietário do Sítio Beija-Flor contou que os convidados do casamento ficaram muito preocupados quando o helicóptero (aeronave modelo Robinson 44) não chegou no local no horário marcado. Em seguida, Carlos ligou para o corpo de bombeiros e até para a Polícia Federal ao saber que um helicóptero caiu na região, muito próximo ao local do casamento. Alguns minutos depois, o proprietário da empresa que locou o helicóptero telefonou para avisar que o helicóptero havia caído.

O helicóptero Águia da Polícia de São Paulo (que chegou a levantar voo para ir ao local, mas que retornou à base porque não havia condições de visibilidade), oito veículos dos Bombeiros e ambulâncias do SAMU foram deslocados para atender a ocorrência.

No Sítio Beija-Flor (onde aconteceria a cerimônia e a festa de casamento), há um terreno onde o helicóptero pousaria para a descida da noiva (Rosimeire do Nascimento Silva).

Publicidade

A chegada da noiva nesta aeronave ao local era uma surpresa ao noivo. Ele foi avisado minutos depois pelo dono do sítio sobre o acidente com sua noiva.

Segundo a colunista suzanense Lana Camargo, o velório do piloto Peterson Pinheiro é realizado neste momento no velório municipal de Suzano e o enterro será amanhã às 9 horas no cemitério São Sebastião.

#Brasil #Aviação