Quando você achar que a humanidade não tem mais jeito, lembre-se da história da maquiadora Priscilla Pereira, 21. Desempregada há mais de um ano e sonhando em fazer a festa de aniversário de dois anos da filha, no próximo dia 3 de fevereiro, ela usou as redes sociais para encontrar a dona de uma carteira que sua mãe, Angela Maria, achou em Ribeirão Pires, nesta segunda-feira (23).

Mãe e filha moram em Suzano. Além delas, na casa ainda moram o padrasto dois irmãos e a filha de Priscilla. As duas estavam na cidade vizinha para Priscilla entregar currículos enquanto Angela pagava algumas contas. “Minha mãe achou a carteira, me contou e quando voltamos (para casa) fomos às buscas”, explica Priscilla, em entrevista ao Blasting News Brasil.

Publicidade
Publicidade

Na carteira havia, além dos documentos, R$ 304.

Procura nas redes sociais

A primeira coisa que Priscilla fez foi tirar fotos de tudo o que estava na carteira, incluindo cinco notas de R$ 50, duas de R$ 20, uma de R$ 10 e duas de R$ 2, que totalizam os R$ 304, e os documentos: carteira de habilitação, bilhete único e carteirinha da faculdade. Tudo isso foi postado nas redes sociais e ela ainda tomou cuidado para que os números dos documentos não fossem expostos.

“Oi pessoas. Gente, eu estava hoje em Ribeirão Pires com a minha mãe, Angela Maria, e ela achou a carteira de uma moça chamada Jéssica Souza de Macedo. Tem documentos, dinheiro, habilitação... Nos documentos esta que ela é de Diadema. Ela deve estar desesperada atrás dessas coisas, por favor, preciso da ajuda de vocês para chegar nela, tentei achá-la no Facebook, mas não encontrei”, disse Priscilla na postagem feita em seu Facebook.

Publicidade

Além de publicar a procura em seu perfil, a maquiadora ainda postou a mensagem em grupos de moradores de Diadema. “Consegui (encontra a dona da carteira) através de uma amiga dela de infância que reconheceu e me chamou no messenger. Pedi o número da Jéssica e ela me passou dos pais da moça. Liguei e quando consegui falar com a moça me certifiquei que era ela”, explica Priscilla, que passou seu endereço para que Jéssica Macedo fosse buscar a carteira. Como recompensa pela honestidade, Priscilla ganhou R$ 50.

Procura por emprego

O último trabalho de Priscilla Pereira foi como vendedora, mas a profissão dela é maquiadora. Desempregada desde 2015, ela procura emprego não só em Suzano, como em outras cidades. Para sorte de Jéssica Macedo, a carteira com os R$ 304 que poderia ser usado para pagar a mensalidade da faculdade ou alguma conta, foi encontrada pelas pessoas certas.

“Tenho uma filha que vai fazer dois anos no dia 3 de fevereiro. Seria o dinheiro de uma festinha simples, um bolinho né? (risos), mas isso nem me passou pela cabeça. Apenas quis chegar, procurar a moça e devolver”, diz Priscilla.

Um belo #exemplo em país carente de boas atitudes e de demonstração de amor e respeito ao próximo.

#Cidadania