Um homem matou a própria ex-mulher, seu filho e outros membros da família, somando pelo menos 11 pessoas mortas, em Campinas (SP). O Ano Novo infelizmente não chegou para esta família, que jamais poderia prever tal acontecimento.

A virada de ano é motivo de alegria para muitos, mas esta madrugada de sábado para domingo, infelizmente, começou com uma chacina contra uma família que morava em Campinas. Além dos homicídios, houve ainda mais dois feridos, que foram socorridos para o hospital de Clínicas, de acordo com o G1.

Segundo informações da própria Polícia Militar, o assassino não aceitou o fim da separação, que já estava em andamento, para acontecer após a virada de ano.

Publicidade
Publicidade

Ninguém poderia imaginar que um homem fosse capaz de matar toda sua família e familiares de uma maneira tão inexplicável, ainda atingindo, sem pensar duas vezes seus filhos e amigos, sendo o alvo principal sua esposa.

Criminoso comete suicídio

Como muitos outros crimes deste tipo, que acabam com o suicídio do autor, este não foi diferente, o que acaba complicando a vida dos agentes que investigam o caso, O autor seria a única fonte de informações claras e certas, entretanto acabou tirando sua vida alguns minutos após cometer o ataque.

Segundo a PM, a comemoração e festejos de Ano Novo aconteciam na Rua Pompílio Morando, próximo ao Shopping Unimart, sendo aí mesmo o local do crime.

Os órgãos de segurança trabalham em uma única linha de raciocínio, que seria a motivação do homem; a separação, que estava em andamento e que os acontecimentos desta noite deixaram bem claro que não era aceita pelo hoje.

Publicidade

Pode ter havido ainda várias tentativas de conversar com a esposa e tentar reatar o relacionamento, mas, nesse caso não há como saber ao certo, já que o mesmo tirou sua vida também.

Ainda não existem mais informações por parte de familiares do autor do crime, nem por parte da família de sua esposa. Sabemos apenas que foi uma tragédia imensurável para toda uma família, ocorrida nesse domingo (1). Se espera, todavia, que a Polícia consiga novas informações sobre o caso muito em breve. #assassinato #Separacao #Violência