No último domingo (8), após sofrer uma tentativa de homicídio e ser esfaqueado no pescoço durante o culto na #Igreja, o pastor Valdemiro Santiago, fundador da Igreja Mundial do Poder de Deus, recebeu alta médica.

Ao lado da esposa, a bispa Franciléia, o apóstolo gravou mais um vídeo onde relembra o fato e afirma que seu agressor está perdoado e abençoado.

“Olá povo de Deus, Brasil, mundo e quem nos acompanha, aqui é o apóstolo Valdemiro Santiago, to aqui vivo, como você pode ver. E quem tem poder de matar é só Deus não é? Você tem que ter isso no coração e se Deus tivesse permitido é porque tinha chegado a hora e ele me queria lá com ele.

Publicidade
Publicidade

Entendeu? Por que, segundo me disseram, eu nem vi o sujeito, só vi na hora. Só lembrei que tinha abaixado para dá um abraço numa pessoa e era ele. Ele já está perdoado, abençoado, porque eu o perdoo, quem sou para negar perdão”, diz o apóstolo.

Valdemiro Santiago diz que até a camisa ensanguentada está fazendo milagres nas pessoas.

“Eu não sou nada, não sou ninguém. Só que Deus me ungiu. Até a camisa que ficou ensanguentada, através dela, Deus já curou as pessoas na igreja. E através do manto que foi passado na camisa", declarou no vídeo.

Assista ao vídeo em que o apóstolo Valdemiro Santiago fala sobre a camisa ensanguentada que está sendo usada para curar fiéis.

Relembre o fato

Durante o culto na manhã do último domingo (8), o pastor Valdemiro Santiago foi atacado por um homem que lhe deu uma facada no pescoço.

Publicidade

O apóstolo estava ouvindo os fiéis na Igreja enquanto outro pastor realizava o culto. O líder da Igreja Mundial do Poder de Deus foi socorrido por fiéis e encaminhado ao hospital, onde fez uma cirurgia de emergência, devido os ferimentos. O religioso levou cerca de 20 pontos no pescoço. O seu agressor foi identificado como Jonatan Gomes Higino, de 20 anos, ajudante-geral. O culto foi transmitido, ao vivo, para todo o Brasil.

Jonatan foi preso em flagrante pelos seguranças da igreja e, segundo a polícia, responderá o inquérito por tentativa de homicídio por motivo fútil.

O caso está sendo investigado pela Delegacia de Homicídios da capital de #São Paulo. #Ataque