O ano novo chegou e, junto com ele, uma notícia que abalou o país. Durante uma festa de Réveillon na cidade Campinas (SP), um atirador invadiu uma residência e assassinou 12 pessoas. Entre as vítimas está o filho do assassino, de 8 anos de idade, e a sua ex-esposa. Testemunhas disseram que o fato que motivou o massacre foi o divórcio do casal e a disputa pela guarda do menino. O atirador foi identificado pela polícia como Sidnei Ramis de Araújo, de 46 anos.

Segundo testemunhas, Sidnei foi até a casa onde ocorria a festa e tentou entrar pela porta da frente. Vendo que estava trancada, ele pulou o muro e abriu fogo em quem estava em sua frente.

Publicidade
Publicidade

Sobreviventes disseram que, de início, não identificaram o que eram os barulhos que estavam ouvindo. “Ouvimos barulho de tiro, ficamos na dúvida se eram tiros ou fogos de artifício, era umas quatro para meia-noite”.

Para não serem mortas, muitas pessoas se trancaram nos banheiros e chamaram por ajuda. O menino de 8 anos foi o último a ser morto, segundo as testemunhas, e antes de morrer, ele disse a seu pai que a mãe estava morta. Assim que matou a criança, Sidnei tirou a própria vida. Além dos 12 mortos, 3 pessoas estão hospitalizadas.

As vítimas

Isamara Filier, ex-esposa do atirador. Ela movia um processo de separação contra Sidnei. Além da separação, Isamara também disputava com Sidnei a guarda do filho João Victor.

João Victor Filier de Araujo, 8 anos, filho de Isamara e Sidnei. Ele foi a última vítima de seu pai.

Publicidade

Alessandra Ferreira de Freitas, que aparece do lado esquerdo da foto, tinha 40 anos de idade e era irmã de Liliane, outra vítima do atirador. No meio da imagem está Isamara, ex-mulher de Sidnei.

Liliane Ferreira Donato, que está no lado direito da foto, tinha 44 anos de idade.

Abadia das Graças Ferreira, de 56 anos de idade, e Paulo de Almeida, de 61 anos ,também morreram no local. Eles eram casados.

Ana Luzia Ferreira, de 52 anos, e sua filha Larissa Ferreira de Almeida também morreram no tiroteio.

As outras vítimas fatais são: Rafael Filier, de 33 anos; Antônia Dalva Ferreira, de 62 anos; Luzia Maia Ferreira, de 85 anos; Carolina de Oliveira Batista, de 26 anos, e Sidnei Ramis de Araújo, autor do massacre. #2017 #Morte