A estação Adolfo Pinheiro do Metrô, localizada na Zona Sul de São Paulo, está fechada desde manhã nesta terça-feira (21). O motivo está relacionado a mais um descarrilamento no Metrô da capital, incidente que ocorreu por volta das 5h entre as estações Largo Treze e Adolfo Pinheiro, na Linha 5 - Lilás. De acordo com a assessoria de imprensa do Metrô, no momento do ocorrido, o trem não transportava grande número de usuários. Encontravam-se apenas nove passageiros, que não estavam dentro do vagão descarrilado.

Por volta das 6h30 da manhã, a estação Adolfo Pinheiro já se encontrava fechada e não havia nenhum funcionário do Metrô para passar as devidas orientações aos usuários, que encontravam era uma placa localizada na parte de dentro das grades alertando a paralisação entre as duas estações.

Publicidade
Publicidade

Para os passageiros da Linha 5 foi iniciado a operação Paese (Plano de Atendimento entre Empresas de #Transporte em Situação de Emergência), colocando à disposição cinco ônibus de transporte coletivo para realizar o transporte entre as estações paralisadas. Os passageiros que embarcam nestes coletivos têm acesso gratuito para a Linha 9 - Esmeralda, a partir da estação Santo Amaro.

Para obter acesso ao transporte é necessário se informar com os funcionários da estação, pois não se encontra nenhuma sinalização referente a localização do local de partida.

Engenheiros das equipes do Metrô trabalham desde às 8h para que a remoção do vagão seja completada o mais rápido possível. Todavia, ainda não existe previsão de normalização. Os trechos entre as estações Capão Redondo e Largo 13 da Linha 5-Lilás seguem funcionando normalmente.

Resposta

Neste ano, em menos de um mês ocorreu outro incidente da mesma proporção.

Publicidade

No último dia 7, um trem descarrilou na Linha 3 - Vermelha, entre as estações Artur Alvim e Corinthians-Itaquera, Zona Leste de São Paulo. Em nenhuma das ocasiões ouve feridos.

Segundo a assessoria do Metrô, será realizado um laudo preliminar sobre as causas do acidente, que ficará pronto em um prazo de dez dias. #Metrô #Adolfo Pineiro