O relato de uma mulher no Facebook tem deixado muitas mães em alerta com a alimentação dos filhos. Larissa Lopes postou em sua conta na rede social, no último dia 23, um relato no qual narra a peregrinação em hospitais após sua filha Laura, de 1 ano e 8 meses, ter um amendoim preso no pulmão. O caso aconteceu em Sorocaba, município de São Paulo.

De acordo com a publicação, ainda em janeiro sua filha estava comendo amendoins com o avô, quando engasgou com o grão. No momento do acidente, Larissa não estava presente, mas de acordo com relatos do avô, a menina tinha colocado tudo para fora e já estava bem.

Após o ocorrido, Larissa pegou a filha e foi para São Paulo, onde tinha um compromisso.

Publicidade
Publicidade

No post, a mãe conta que percebeu que a criança estava chiando, então resolveu levá-la a um hospital na capital paulista. Ao chegar ao primeiro hospital, a jovem contou que os médicos do local não fizeram nenhum exame em Laura e ignoraram o fato de ela ter se engasgado com o amendoim.

Já em casa e de madrugada, a criança teve uma crise e não conseguia respirar. Larissa a levou para o hospital mais próximo de casa e, chegando lá, a médica disse que tudo não passava de uma laringite aguda.

Durante a busca por uma solução para o problema da filha, Larissa disse que o ápice da crise respiratória da criança foi quando ela estava sem ar e completamente roxa. Desesperada, a mãe levou a criança para o hospital onde ela passou seis dias internada e ainda não teve o problema resolvido. Segundo ela, os médicos da unidade de saúde onde a criança estava internada riram da história do amendoim, afirmando ser impossível que o grão ainda estivesse comprometendo a respiração da criança.

Publicidade

O caso se complicou ainda mais no dia 13 de fevereiro quando, sem conseguir respirar, Laura foi levada para outro hospital de Sorocaba, onde passou por alguns exames e foi encaminhada para o setor de fisioterapia. Larissa desabafou que este foi o único hospital que deu importância para o amendoim que a criança havia aspirado semanas atrás. A criança foi submetida a uma broncoscopia.

Agoniada com tudo que estava acontecendo, Larissa aguardou por duas horas e meia até que o procedimento fosse concluído. Foi quando ela recebeu do médico em um potinho, o amendoim que causou tanto sofrimento para ela e sua filha. De acordo com o médico, o procedimento teve algumas complicações, pois o grão estava posicionado em uma área de difícil acesso, mas que tudo deu certo.

No desabado, Larissa disse que os médicos ficaram surpresos ao saber que Laura havia ficado 17 dias com o amendoim no pulmão. A criança teve uma recuperação rápida e, na postagem, a jovem pede para que as mães fiquem atentas com o que seus filhos comem para que todos esses problemas pelos quais ela passou sejam evitados. #Dicas #Maternidade