Durante uma brincadeira em uma padaria, um homem matou a própria mulher. O ocorrido aconteceu em Praia Grande, #São Paulo. A mulher foi levada ao hospital, mas não sobreviveu. Pessoas que estavam no local disseram que o homem apontava a arma para a mulher quando disparou.

Segundo imagens das câmeras de monitoramento da padaria, obtidas pelo site G1, o homem ficou desesperado quando percebeu que a arma tinha disparado e havia acertado o pescoço da sua mulher. Ele veio a socorrê-la, mas a moça não sobreviveu aos ferimentos.

O crime aconteceu em uma das padarias mais movimentadas da cidade. Alexandre Severino de Noronha, de 25 anos, e Francisca Marinheiro da Silva, de 37 anos, eram gerentes da padaria e estavam em horário de trabalho quando o homem resolveu pegar a arma para mostrar à sua mulher.

Publicidade
Publicidade

Segundo o delegado encarregado do caso, Alexandre Comin, o casal trabalhava em horários diferentes e o disparo veio a ocorrer no horário em que os dois estavam trocando de turno. O casal, na hora do acontecido, estava em uma salinha nos fundos da padaria, onde os funcionários possuem um local para descansar e conversar. O homem relatou ao delegado que pegou o revólver para mostrar e fazer uma brincadeira, e apontou a um funcionário. Logo em seguida apontou para sua mulher e a arma veio a disparar.

Segundo pessoas que foram ouvidas pelo site G1, na noite de domingo, 12, Noronha havia ficado muito nervoso por ver o que tinha feito. Nas imagens cedidas, foi possível ver que o homem presta socorro à sua mulher e puxa a moça até a porta. Após isso, o SAMU foi acionado por outro funcionário. A mulher foi levada às pressas ao pronto socorro central da cidade.

Publicidade

O marido foi ate o local ver o estado de sua mulher e chegando lá recebeu a notícia de que a mulher havia morrido. Após a notícia, ele passou mal e precisou ser atendido. Ele confessou que foi ele quem atirou na mulher e chamou a polícia. Noronha foi preso e levado à delegacia para esclarecimento do caso. Uma testemunha relatou que o homem apenas estava fazendo uma brincadeira e não imaginava que a arma dispararia.

Segundo o delegado, ele foi preso em flagrante e responderá por homicídio doloso e por porte ilegal de arma. #homicídio #Casos de polícia