A tragédia aconteceu nesta última sexta feira (10), na zonal sul de #São Paulo, após ambos discutirem por disputa de #herança de família.

O crime veio a acontecer por volta das 21h desta sexta-feira. Segundo policiais que foram até o local, o homem que se chamava Frederico Carneiro Sores, pai da moça Maira Cintra Soares, foi até a casa da filha e discutiu com ela. Ainda de acordo com relatos da polícia, durante a briga de ambos, o pai veio a efetuar o disparo que acertou a cabeça da filha, tudo isso aconteceu na frente dos três filhos da vítima. Após o acontecido, o homem veio a se evadir do local, o mesmo se encontra foragido até o momento.

Publicidade
Publicidade

A vítima anteriormente já havia publicado em sua página do Facebook um vídeo, e nele falava que já havia tido desavenças com seu pai outras vezes, o motivo disso tudo era uma herança que sua mãe tinha deixado. No mesmo vídeo, a vítima havia relatado que ela e seu irmão sofreriam maus tratos, ambos foram até levados para estudar em colégios internos no interior de São Paulo, isso veio a acontecer logo após a mãe deles morrer.

A mãe deles já era separada do homem antes de vir a falecer, e o pai da vítima já morava com outra mulher. A moça ainda relatou que ela e seu irmão foram tirados do convívio da família da mãe pelo pai a força, o homem proibia visitas e seus filhos não podiam ter nem um tipo de contato com sua mãe.

Maira relatou que o pai dela já vinha recebendo uma pensão da sua mãe e o homem estava interessado em uma casa deixada pela senhora no valor de R$ 220 mil reais.

Publicidade

Conta a mesma que seu pai ficou indignado por seus filhos ficarem com a casa. O homem veio a colocar um segurança na casa, deste modo impedia a entrada dos filhos e ainda alegou que os eles eram indigentes. Na época que foi postado o vídeo, veio a ser provado que a moça e seu irmão eram filhos dele e herdeiros, então o homem não conseguiu tirá-los da casa.

Após o homicídio, o caso foi registrado no 89º DP, em Morumbi. Reportes do site G1 tentaram localizar o advogado do suspeito para conseguirem mais informações, mas não obtiveram sucesso. #homicídio