A notícia da #Morte da menina Luna, de apenas seis meses de vida, comoveu a todos nas redes sociais. A garotinha, após dezessete dias de muita luta, não resistiu aos procedimentos médicos.

De acordo com as postagens de Samanta Higa, mãe do bebê, a menina apresentou febre alta e foi levada ao hospital na madrugada do último dia 13. Os médicos diagnosticaram uma infecção por bactéria intestinal e começaram imediatamente os procedimentos para curar o bebê.

Em um vídeo, a mãe contou emocionada que a filha estava muito bem e não sabia o motivo da infecção. E que o bebê estava internada na UTI e foi submetida a uma cirurgia no intestino na tentativa de identificar a causa da #Doença, mas ela apresentou diversos problemas como paradas cardíacas e pressão instável, além de ter ficado muito inchada.

Publicidade
Publicidade

O caso aconteceu no Hospital Infantil Sabará, na cidade de São Paulo.

Uma grande onda de apoio foi criada nas redes sociais, principalmente em grupos de mães no #Facebook. Durante o período em que Luna ficou internada, a tag #Forçaluna apareceu muitas vezes na internet. Campanhas de orações e solicitações de doação de sangue foram criadas para ajudar a menina.

Apesar de todo o esforço das pessoas e os procedimentos médicos, a menina Luna não resistiu e veio a óbito na última quinta-feira (30). Os médicos ainda precisam confirmar, mas existem indícios de que a causa da morte seja infecção bacteriana intestinal E. coli.

Samanta, que usava seu perfil no Facebook para atualizar as pessoas sobre a situação da filha, gravou um vídeo para agradecer a todos que oraram e contribuíram com as campanhas, mas que, infelizmente, sua filha não tinha aguentado.

Publicidade

Bactéria E. coli

A Escherichia coli é uma bactéria encontrada no trato gastrointestinal inferior dos organismos de sangue quente e sua transmissão é a fecal-oral. Pode causar intoxicações alimentares gravíssimas nas pessoas. A bactéria tem sido estudada há mais de 60 anos, e os estudos comprovam que ela leva apenas vinte minutos para se reproduzir.