Um homem foi preso pela polícia acusado de #Estupro de vulnerável na terça-feira (7), na cidade de Iguape, em São Paulo (SP). O acusado de ter cometido o crime foi identificado pela polícia como Lucas Ferreira, de 22 anos. Para as autoridades, ele é o principal suspeito de ter abusado sexualmente de uma menina de 13 anos, por mais de quatro horas. Segundo a polícia, a menina foi sequestrada, espancada e estuprada pelo sujeito.

O crime deixou moradores e policiais da pequena cidade chocados com tamanha crueldade com a vítima. De acordo com a polícia, o estupro foi premeditado pelo acusado. Devidos aos ferimentos sofridos durante os abusos, a garotinha teve que ser encaminhada para uma unidade médica em Pariquera-Açu, no interior de SP.

Publicidade
Publicidade

Conforme informações do delegado Carlos Ceroni, o indivíduo abordou a vítima em uma passarela, em seguida, bateu a cabeça da vítima contra o guidão de uma bicicleta e a arrastou, pelos cabelos, até uma residência onde foi violentada sexualmente pelo agressor. Ainda de acordo com o delegado, durante os abusos, a mesma era ameaçada de morte o tempo todo. Segundo o delegado, a vítima ficou bastante machucada. O indivíduo já tem passagem pela polícia por tráfico de drogas.

Carlos Ceroni relata que a vítima conseguiu fugir das garras do agressor após quatro horas e foi socorrida por um aposentado, que passava pela localidade e acionou a polícia. Os policiais fizeram uma ronda na localidade e o sujeito foi encontrado se escondendo na casa do padrasto. Ele acabou sendo preso em flagrante. Conforme Carlos, além de ter abusado da vítima, o indivíduo roubou o dinheiro da adolescente.

Publicidade

Ainda de acordo com o delegado, o crime e a frieza do suspeito chocou até os policiais mais experientes da cidade.

Quando ele foi reconhecido pela adolescente, se manteve em silêncio. O acusado foi preso e encaminhado para a delegacia da cidade. A vítima foi encaminhada para uma unidade médica, onde passou por exames e tomou remédios para evitar doenças sexualmente transmissíveis. De acordo com informações da mãe da criança, identificada como Fabiana Rodrigues, de 36 anos, ela acredita que Lucas Ferreira abusou da sua filha por ciúmes e vingança, pelo simples fato dela namorar um rapaz do mesmo bairro há vários meses. O caso está sendo investigado. #Investigação Criminal #Casos de polícia