A jovem Liliane Andrade Santos, de 18 anos, que estava desaparecida há mais de quatro dias foi finalmente encontrada. Ela é da cidade de São Vicente, no #Litoral de São Paulo, e seu desaparecimento ocorreu depois que ela saiu de casa atrás de emprego.

Ela foi encontrada numa Unidade de Pronto Atendimento (UPA) na cidade de Santos e contou para sua família que havia sido assaltada, e durante o assalto teria batido a cabeça, por isso perdeu a memória e foi parar na unidade de saúde.

Familiares fizeram campanha nas redes sociais

Quando o fato ocorreu, a família da jovem ficou muito desesperada, então decidiram fazer um boletim de ocorrência na delegacia e uma grande campanha pelas ruas e nas redes sociais para tentar encontrar a jovem.

Publicidade
Publicidade

Hoje em dia, há centenas de casos de jovens que desaparecem em todo Brasil e no mundo, pois muitas são estupradas e mortas por criminosos e em alguns casos o corpo nunca é encontrado. Este fator leva qualquer família ao desespero.

E para se entender a gravidade do problema, basta levar em conta um levantamento realizado ainda no ano de 2011, e em 19 estados brasileiros, que revelou que uma pessoa desapareceu no Brasil em média a cada 11 minutos, o que daria cerca de 40 mil pessoas por ano. O levantamento apontou uma soma de cerca de 51.703 mil registros oficiais de casos de desaparecimentos em todas as unidades de polícia.

Jovem mentiu com medo de castigo

Mas para grande surpresa da família de Liliane, a história era bem diferente daquela que a jovem contou inicialmente ao ser encontrada.

Publicidade

Ela não conseguiu manter sua versão até o fim.

Depois de muitas perguntas e repercussão do caso, ela acabou contando toda a verdade e o motivo real do seu #desaparecimento. Segundo o seu segundo relato, ela se escondeu com medo de ser castigada pelos pais, e ficou todo este tempo em que esteve desaparecida na casa de um ex-namorado.

Mas a história inventada pela jovem não é algo tão simples assim, pois de acordo com a polícia, representa uma falsa comunicação de crime, e ela pode responder na justiça por isto, podendo até mesmo ir presa ou pagar uma multa. #Cidades