Um jovem de 16 anos está internado na #UTI do Hospital Regional de #Sorocaba, no interior de São Paulo, após ter sido atropelado por um ônibus de transporte público da cidade, na manhã da última segunda-feira (3), no Parque São Bento. Uma câmera de segurança registrou o momento (veja o vídeo abaixo) em que o garoto é atingindo pelo veículo e o motorista seguindo viagem sem prestar socorro.

Publicidade

O acidente aconteceu na Avenida Vinícius de Moraes, uma das mais movimentadas do bairro, por volta das 7 horas da manhã. As imagens, divulgadas pela própria família da vítima, mostram João Pedro Ataíde correndo para atravessar a via quando é atingido pelo coletivo. Ele é arrastado por alguns metros e cai próximo à calçada. O ônibus segue viagem e outros carros que estavam logo atrás também não pararam para ajudar. O garoto foi socorrido por populares que passaram a pé. Eles acionaram o SAMU e também a Polícia Militar. No local do acidente não há faixas de pedestres.

Publicidade

.

João Pedro foi levado em estado grave para o Hospital Regional de Sorocaba, onde segue internado na UTI. Agnaldo de Ataíde, pai do garoto, disse que o filho teve traumatismo craniano e passou por cirurgia para tentar desobstruir um possível sangramento entre o crânio e a membrana do crânio. O procedimento, segundo ele, durou duas horas e meia e o garoto já saiu sedado e em coma.

Responsável por gerenciar o trânsito em Sorocaba, a URBES, afirmou que o motorista não percebeu que tinha atropelado o adolescente e, por isso, não parou.

Publicidade

Segundo a empresa, o veículo estava vazio e trafegava a cerca de 40 quilômetros por hora. O condutor do veículo ficou sabendo do que tinha acontecido somente no dia seguinte, ao ser avisado pelo irmão da vítima. Ele será chamado no setor de disciplina para prestar esclarecimentos.

Moradores se queixam da falta de sinalização na avenida onde aconteceu o #atropelamento. Eles dizem que por existir uma escola próxima, muitas crianças passam por ali e elas enfrentam dificuldades para poderem atravessar. A URBES se defende, alegando que a via está devidamente sinalizada.