Após sofrer um acidente na estrada vicinal que liga as cidades de Capela do Alto e Iperó, na região de Sorocaba, no interior de São Paulo, na noite do último sábado (8), um motociclista de 33 anos teve que ser levado de um jeito bem diferente para o hospital: no baú de um caminhão. O transporte improvisado foi necessário após a vítima se cansar de esperar por cerca de uma hora a chegada de uma ambulância ao local.

Publicidade

Com a demora, ele teve que contar com a solidariedade do motorista e outras pessoas que passavam pela estrada.

Publicidade

O assistente de gerente Alessandro Ferreira contou ao portal G1 que trafegava pela via quando, ao desviar de um cachorro que cruzou a pista, perdeu o controle de sua motocicleta e caiu. Mesmo ferido e com dores, ele conseguiu ligar para o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (#SAMU) para pedir ajuda. Ele esperou o resgate por cerca de uma hora, e como nenhuma ambulância apareceu para lhe prestar o socorro, o jeito foi pedir uma “carona” para chegar até o hospital. Um motorista de um #caminhão-baú que passava pelo local parou para lhe oferecer ajuda.

Como não havia maca, e para não correr o risco de provoca alguma lesão mais séria no rapaz, o jeito foi improvisar uma porta. Ele foi colocado dentro do caminhão e levado até o pronto atendimento de Iperó. Ainda dentro do veículo, ele recebeu os primeiros atendimentos ao chegar ao local. Ele machucou as duas pernas, e até esta segunda-feira (10), ainda se queixava de dores na coluna..

Publicidade

Imagens feitas pela câmera de um telefone celular mostram o momento em que o motociclista chega ao hospital. Ao fundo é possível ouvir algumas pessoas indignadas com a situação. A justificativa para a demora no atendimento foi que no momento do chamado não havia motorista para conduzir a ambulância até o local. Ele contou que as ambulâncias estavam paradas e não era apenas naquele dia que essa situação ocorria.

O outro lado

A prefeitura de Iperó justificou o fato alegando que a cidade dispõe de três ambulâncias, uma delas do SAMU, para atender as ocorrências, mas que no momento do chamado nenhuma estava disponível, pois atendiam outros chamados. Também foi informado que a ambulância chegou ao local do chamado, mas o motociclista já não se encontrava mais lá. Por fim, a prefeitura disse que irá aumentar o número de motoristas nos plantões. #Iperó