No final da tarde de segunda-feira (24), três soldados do #Exército morreram em uma lagoa durante um #treinamento no quartel do Grupo Bandeirante, em #Barueri. Por volta das 18 horas, eles faziam um treinamento de orientação diurna quando, ainda por motivo desconhecido, entraram na água e se afogaram. As vítimas são Wesley dos Santos, Jonhatan Cardoso e Vitor Costa Ferreira, todos de 18 anos. Um quarto soldado conseguiu sair da água. Eles eram integrantes do 21º Depósito de Suprimentos do quartel da Lapa, em São Paulo, e participavam da atividade com outros 154 recrutas.

Em nota, o Comando Militar do Sudeste informou que as vítimas participavam de atividade prevista no treinamento do combatente básico e que um inquérito Policial Militar será instaurado para saber o que causou o acidente, previsto para ter sua conclusão em 40 dias.

Publicidade
Publicidade

Oficial de comunicação social do exército, o coronel Igor Boechat explicou que os soldados, divididos em grupos, recebem um mapa - denominado por eles de carta -, e precisam percorrer vários pontos com bússola. Segundo ele, não se sabe ainda se o grupo, formado pelos quatro, entrou no lago ou caiu. De acordo com familiares, eles não sabiam nadar.

O único sobrevivente foi quem chamou por socorro após conseguir sair da água e ajudará nas investigações. Ainda de acordo com o exército, o exercício seria era para finalizar a etapa de treinamento individual e ao logo da semana fariam ainda outros treinamentos de campo, o qual já havia recebido treinamento técnico. O local onde ocorreu o acidente fica entre a Estrada Velha de Jandira e a Estrada de Itapevi.

A tia de um dos rapazes mortos foi procurada por um dos comandantes do Exército, que afirmou que uma das tarefas do treinamento era pegar algo que estava dentro do lago, de cerca de três metros de profundidade, mas que era para ir até a metade, porém eles acabaram indo além desse limite.

Publicidade

Sandra da Costa Ferreira, mãe de Vitor, disse ao Portal G1 que o filho servia o quartel à cerca de dois meses e que o tratamento era muito rígido, o que lhe fez pensar em desistir de seguir a carreira, ideia depois foi reconsiderada. Após ficar sabendo pela televisão que algo havia acontecido no treinamento em Barueri ela decidiu ir até o quartel para saber informações, quando foi informada do ocorrido.

O corpo de Vitor foi sepultado no cemitério da Vila Nova Cachoeirinha, o mesmo local onde foi sepultado Jonhatan Cardoso. Já Wesley dos Santos foi enterrado em Barueri.