Um vídeo feito por uma câmera de segurança de uma casa registrou o momento exato da queda de um avião de pequeno porte, ocorrida na tarde da última sexta-feira (31), em #Sorocaba, no interior de São Paulo. A aeronave caiu em uma área verde do bairro Novo Horizonte, cerca de 1 quilometro do aeroporto da cidade, matando seus dois ocupantes.

Na gravação (veja o vídeo abaixo), nota-se o #avião fazendo uma curva à esquerda enquanto perde altitude. Posteriormente, ele desaparece atrás de algumas árvores. Não houve explosão e testemunhas disseram que perceberam o esforço do piloto para desviar das casas e evitar uma tragédia maior.

Publicidade
Publicidade

O bimotor turbo hélice de 1981, com prefixo PP-EPB, saiu de Manaus e seguia para Sorocaba, onde passaria por manutenção. O piloto e a sua esposa, Milton José Cardille, de 56 anos, Jumuara Nogueira Vieira, de 32 anos, morreram na hora. Ele foi sepultado no domingo (2), em Ribeirão Pires, no interior de São Paulo, enquanto que o corpo da mulher foi levado para Urucará (AM), onde será sepultado nesta segunda-feira (3).

De acordo com o plano de voo, o destino da viagem seria Barra do Garças, em Mato Grosso, mas, segundo a Força Aérea Brasileira, em caso de algum problema, os aeroportos de Campinas e Sorocaba faziam parte do plano. A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) informou que o avião estava com a documentação em dia.

As investigações estão sob responsabilidade da delegada Luciane Regina Bachir, que solicitará o vídeo para anexá-lo ao inquérito.

Publicidade

Somente após a conclusão dos trabalhos de investigação que informações sobre o acidente serão divulgadas.

Susto

Moradores relataram o susto que levaram com a queda do avião bem perto de suas casas. O aposentado Lairton Gomes Carneiro, de 69 anos e que mora a 50 metros do local da queda, disse que estava saindo de casa para fazer compras com seu carro, quando ouviu alguns meninos gritando para ele acelerar. Em um primeiro momento ele ficou sem entender o que estava acontecendo e depois ouviu o estrondo. Com medo de uma explosão, ele retirou o veículo do local e só voltou meia hora depois, quando a rua já estava tomada por curiosos.

Já o pedreiro Francisco de Camargo estava fora de casa no momento em ficou sabendo do acidente pela irmã. Ele conta que, na hora, ficou muito assustado e ligou para a mulher, mas só se sentiu aliviado mesmo quando chegou em casa. Não é a primeira vez que ele passa por este drama. Em 2013, outro avião caiu na rua em que seu filho mora, no Jardim São Guilherme, também em Sorocaba. #Acidente aéreo