O prefeito de #São Paulo, João Doria, desde sua campanha traçou uma guerra contra os #Pichadores da cidade, afirmando que sujavam a maior metrópole brasileira. Logo que entrou no governo, ele começou a executar uma de suas principais metas do plano de governo, que era retirar todas as pichações e grafites danificados da cidade. O projeto denominado “Cidade Limpa” está em execução e promete limpar toda a cidade.

Após ter apagado as pichações das principais áreas públicas da cidade, o João Doria inaugurou o Museu de Arte de Rua (MAR), e a primeira ação foi escolher um local apropriado para que sejam feitos grafites. O prefeito, inclusive, participou do ato, fazendo um coração em uma parede do bairro Tucuruvi, na Zona Norte da cidade.

Publicidade
Publicidade

Declaração de Doria

Doria afirmou que grafite é arte, que mural é arte, e a prefeitura de São Paulo admira e aplaude os verdadeiros artistas de rua. Uma das falas mais impressionantes do prefeito foi que ele afirmou que a cidade ganhará, em breve, uma escola de grafite para qualquer um que queira aprender sobre artes nas ruas.

O principal objetivo do projeto é financiar novas obras de arte na área urbana e em muros de São Paulo. Porém, o prefeito defende que não haja alguma manifestação de cunho religioso, político ou discriminatório.

Nesta primeira etapa, as propostas foram selecionadas pela Secretaria Municipal de Cultura em conjunto com especialistas na área artística. O investimento é de R$ 200 mil, que foram distribuídos para oito grupos de artistas. Todos os recursos vieram da iniciativa privada.

Publicidade

Doria responde se existe guerra contra pichadores

"Não há guerra, o que existe é disciplina. A Prefeitura apoia todos os artistas de rua, os grafiteiros. Porém, aqueles que continuarem insistindo em fazer pichações, sofrerão o rigor da lei", declarou Doria.

A esquerda política da grande metrópole critica o trabalho do atual prefeito e, por isso, é criado um clima tenso dentro da cidade. Doria diz não se preocupar e anda sempre com seguranças ao seu lado. A sua casa está devidamente protegida, mas lamenta que tenham pessoas que discordam e chegam a ameaçar a integridade dele e de sua família por questões políticas.

Doria tem mandato até o final de 2020 e já disse que pretende continuar até o fim, executando todos os projetos que foram firmados ao início do seu plano de governo. O prefeito diz estar feliz por conseguir bastante apoio da iniciativa privada. #João Dória