Manifestantes do grupo Direita São Paulo se reuniram na Avenida Paulista, em São Paulo, nesta terça-feira (2), para manifestarem-se contrários à #Lei de Migração, que foi aprovada pelo Senado no mês passado e agora depende de sanção do presidente Michel Temer. Durante o protesto pacífico, em que os manifestantes portavam faixas e cartazes e gritavam palavras de ordem, um sírio radicado no Brasil chamado Hassam Al Janiah, líder do grupo Palestina para Todos e proprietário de um bar no Bexiga, região central da cidade, atirou um bomba no grupo.

O homem acabou preso e foi levado para o 78º Distrito Policial, no Jardins, bairro nobre da capital paulista.

Publicidade
Publicidade

A página Direita São Paulo divulgou o vídeo (veja no final artigo) do momento em que a bomba foi atirada. Segundo o grupo, duas pessoas foram atingidas pelos estilhaços da bomba.

Na internet, esquerdistas já se organizavam para irem para frente da delegacia pressionar pela soltura de Hassam Al Janiah. “Acabaram de prender o Hassam do Al Janiah na Paulista, na frente da estação Consolação. Um bando de extrema-direita ‘bolsonarete’ estava ‘protestando’ e dando porrada em quem eles achavam com cara de migrante. PM chegou e prendeu... os migrantes. Que mundo cão”, disse um defensor de Hassam, no Facebook, sem mencionar o ataque à bomba.

Da delegacia, integrantes do grupo Direita São Paulo gravaram vídeo explicando que a bomba foi jogada de trás, falaram sobre o corpo de advogados que foi ao DP defender Hassam e sobre a recomendação que a polícia deu.

Publicidade

“A polícia recomendou que possamos aguardar aqui para que não venhamos a ser agredidos novamente lá fora (sic)”, comentou um dos homens. “Tem mais de 70 deles lá fora”, falou outro. “Nós sofremos um ato terrorista”, disse um manifestante.

Lei da Migração

A nova Lei de Migração abre as portas do Brasil para estrangeiros e os colocam em estado de igualdade com os cidadãos brasileiros. É mais um passo para o multiculturalismo que não têm dado certo em nenhum canto do mundo.

Com esta lei, as fronteiras do Brasil ficarão abertas como as da Europa estão há alguns anos. Os europeus têm sofrido com ataques terroristas devido a chegada maciça de estrangeiros, que vivem nos guetos das cidades.

Diferente dos países desenvolvidos, em que há estrutura, a situação no Brasil é ainda pior. Segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), há cerca de 14 milhões de desempregados em todo o país. Os sistemas de saúde são precários.

A aprovação da Lei de Migração deixa o Brasil vulnerável ao #Terrorismo? Deixe a sua opinião nos comentários. Veja o vídeo do momento em que bomba foi jogada.

#DireitaSaoPaulo