O tráfico de drogas é a atividade que mais engrossa as fileiras da criminalidade no país. Tanto que, no sistema carcerário brasileiro, um em cada três presos responde por esse tipo de crime. Os dados têm como base estatísticas feitas pelos governos estaduais e o Poder Judiciário, recentemente divulgadas pelo G1.

No último domingo (18), a prisão de uma mulher engrossou ainda mais essas estatística,, após uma operação a Polícia Militar de São Paulo no Terminal Rodoviário do Tietê, em São Paulo, considerado o maior da América Latina.

Homens do 4º Batalhão de Ações Especiais de Polícia (#BAEP), a Tropa de Elite da Polícia Militar do Estado de São Paulo, prenderam a mulher por volta das 17h30.

Publicidade
Publicidade

A suspeita desembarcava na rodoviária, após ter chegado de viagem do Rio de Janeiro e foi presa com 5 quilos e meio de #cocaína.

Os policiais chegaram até a suspeita através de denúncia anônima, que revelou o horário previsto para a chegada do ônibus no terminal. De acordo com as informações recebidas pelos policiais, a mulher teria saído do Rio às 9h40 e chegaria ao terminal em São Paulo por volta das 17 horas, e traria drogas para fins de comercialização.

De posse das características da mulher e das demais informações recebidas, os homens do BAEP esperaram a suspeita fazer o desembarque e realizaram a abordagem.

Segundo informações da PM, a mulher carregava uma mala, que foi o apetrecho escolhido para transportar as drogas durante a viagem. Ao ser abordada pelos homens da lei, a suspeita confessou que estava transportando a cocaína e que receberia R$ 3.000 pelo transporte.

Publicidade

Pessoas que fazem esse tipo de serviço são conhecidas como "mulas do tráfico".

Ao ser constatada a veracidade dos fatos, a mulher acabou recebendo voz de prisão. Ela foi encaminhada ao 20º Distrito Policial da Água Branca, localizado no bairro Santana, e autuada pelo crime de tráfico de entorpecentes. A quantidade exata de cocaína apreendida foi de 5,562 quilos.

Cocaína e seus perigos

A cocaína, substância apreendida com a suspeita, é uma das drogas mais perigosas, uma vez que seu consumo pode provocar graves danos aos usuários.

Dentre os principais problemas que podem ser causados pelas drogas estão as doenças cardiovasculares. Segundo o portal Mundo das Drogas, o uso dessa substância aumenta o risco de ataques cardíacos, acidentes vasculares cerebrais (o popular AVC), convulsões e insuficiência respiratória.

A utilização dessa substância causa euforia nas pessoas, dando a sensação ao usuário de que ele pode fazer tudo o que quiser e uma sensação falsa de coragem. Só que, quando o efeito passa, ele é abatido por uma intensa depressão, hipertensão e vontade de consumir mais a droga. #Notícias Policiais