A tentativa de assalto a uma loja de conveniência de um posto de gasolina, localizado na Zona Oeste de São Paulo, terminou com um ladrão morto e três comparsas presos. Quando um dos assaltantes entrou na loja e anunciou o assalto o que ele não imaginava que dentro do estabelecimento estava um policial militar a paisana, que reagiu e matou o meliante. As câmaras de segurança da loja flagraram o momento exato em que o policial reage e impede que a quadrilha cometa o crime.

De acordo o portal de notícias online, G1 a tentativa de assalto aconteceu na madrugada de sexta-feira (7), em uma loja de conveniência, que fica em um posto de combustíveis, localizado na Avenida Sumaré, em Perdizes, região nobre da Zona Oeste de São Paulo.

Publicidade
Publicidade

Saiba mais.

Policial militar reage a assalto e mata bandido

Segundo a Polícia Militar, o meliante usava um simulacro e/ou arma de brinquedo que foi apreendida no local, depois que o assaltante foi morto, outros três comparsas que participavam da ação também foram presos. Os quatro bandidos chegaram no posto de combustíveis em um carro roubado, no início da madrugada de sexta-feira.

As imagens captadas pelas câmaras de segurança mostram um homem que é um dos comparsas entrar na loja e se dirigir ao banheiro, logo depois aparece nas imagens um homem de blusa azul caminhando pela loja, ele é o policial à paisana, que para diante da geladeira e observa os produtos, parecendo escolher o que vai comprar.

Neste momento, o segundo bandido entra no estabelecimento, com o simulacro na mão direita, já com algumas pessoas rendidas, elas andam na frente do criminoso com as mãos erguidas, então ele caminha em direção ao policial que saca a arma e atira no peito do homem que cai no chão.

Publicidade

O bandido ainda tenta se segurar em uma pequena mesa que está a sua frente, mas em vão, ela cai junto com ele. Segundo a Polícia Militar o bandido identificado como Rodolfo Augusto Fonseca Leonez, de 22 anos, morreu no local.

Depois que o PM acertou um dos bandidos, ele foi em direção ao banheiro, rendeu o comparsa e passa diante as câmaras ainda com a arma em punho. As imagens das câmaras vão ser analisadas, onde será constatado se o PM agiu de maneira correta ou mesmo se houve algum tipo de excesso, mas de acordo com depoimentos colhidos no local e pelo vídeo, tudo leva a crer que o policial agiu em legitima defesa.

Investigações

As investigações sobre o caso ficaram sob a responsabilidade do Departamento Estadual de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP) e pela Corregedoria da PM. O carro usado pelos meliantes foram foi apreendido e devolvido ao proprietário. Um segundo simulacro também foi apreendido.

Assista ao vídeo com toda a ação:

#Violência #Investigação Criminal #Casos de polícia