Muitas pessoas - em grande parte jovens, saindo do ensino médio e encarando um vestibular - passam por momentos de profunda indecisão com relação a que caminho profissional seguir. Enquanto uns sabem desde pequenos o que querem, outros descobrem no meio do caminho e alguns não conseguem se encontrar. Muitos são os fatores que levam à escolha de determinada profissão e carreira como: com o que a pessoas se identifica, qual é a demanda de mercado e, tem ainda quem escolha o que seguir de acordo com os ganhos estimados.

Seja por vocação ou por outro motivo, a escolha deve ser bem estudada. Mas pode-se dizer que não pode ser uma preocupação que atrapalhe a vida, já que pode-se tentar uma carreira e ver que não é aquilo que se quer e ir atrás do que realmente quer fazer.

Como facilitar a escolha da profissão

Testes vocacionais

Para quem vai começar a trilhar o caminho para a carreira profissional, os testes vocacionais podem indicar a área na qual a pessoa se dará bem. Se os resultados bater com o que a pessoa gostava de estudar na escola, é um bom indício. Ficar atento aos sinais é a dica.

Aptidões e habilidades

Durante a vida escolar, sempre há uma área que se sobressai: exatas, biológicas, humanas. Não há muito fugir disso, pois não nossas aptidões. Outro fator são as habilidades. Se a pessoa levar o maior jeito para fazer aproximações e amizades: comunicação/relações públicas, já outra pessoa escreve muito bem e adora português: comunicação/jornalismo, percebe-se que as duas possuem as mesmas aptidões, mas têm habilidades diferentes. Enquanto uma vai se relacionar diretamente com as pessoas, a outra, que possivelmente não é tão extrovertida ou mesmo porque leva mais jeito escrevendo do que falando, vai se comunicar através da escrita. É apenas um exemplo, de como uma área tem várias opções, basta que a pessoa se conheça bem e vai logo descobrir o seu caminho.

Mudança de área

Deve-se pensar na possibilidade de durante o curso ao ver que não era exatamente o que se queria. Não há problemas, todo mundo faz isso, troca de curso. Mesmo quem já se formou e trabalha na sua área, decide trocar e volta aos bancos acadêmicos em busca de sua realização.

O mercado de trabalho

Escolher a profissão de acordo com o mercado de #Trabalho é a solução que muitos encontram. As profissões em alta, que têm muita demanda e as que oferecem boas remunerações, afinal todos têm um projeto de vida, são as escolhidas por alguns. 

O que se deve considerar é a realização pessoal. Escolher uma profissão por ela pagar bem pode ser a curto ou longo prazo, frustrante. Muitas vezes, as pessoas ficam anos em uma ocupação da qual não gostam e em muitos casos, não veem como sair daquela rotina e acabam trabalhando em uma ocupação tendo vontade de fazer uma coisa bem diferente. #Educação

Uma dica ótima é fazer estágios tão cedo quanto puder, assim terá contato direto com a profissão e isso ajudará a saber se está no caminho certo, ou não, e tomar decisões sobre o que fazer caso queira mudar.