Trânsito engarrafado, pessoas se agridem sem consideração, ansiosas, todas correm para alcançarem os mais estranhos objetivos.

Homens e mulheres, malucamente atarefados, funcionários públicos ganham mal e atendem pessimamente, gerando brigas em seus setores, em total desmoralização.

Até parece brincadeira: Quando a gente começa a duvidar que na verdade estamos em 2014, vivendo em plena era de modernização?

Famílias aglomeradas em catinguentas favelas onde impera a pobreza, pais se desesperam sem trabalho, sem as mínimas perspectivas. A segurança é um caos. Menores de idade matando e roubando, a saúde cada vez mais degenerada sem os remédios vitais.

Publicidade
Publicidade

Escolas deterioradas, salas imundas sem professores, pessoas cardíacas agonizam em longas e sujas filas de hospitais, atendentes despreparados complicam atemorizando os familiares. Em descaso, médicos, os pacientes estão a matar.

Governantes, homens que elegemos, mentem que é uma maravilha, muitos, por se sentirem imunes, apoiam mesmo o tráfico de drogas pois incrementa o status e rende milhões para seu luxo e lazer, pouco importando se adolescentes viciados se amontoam raquíticos e não ligam se o povo que trabalha e paga seus gordos salários tem o leite para os filhos ou se na mesa tem algo para comer.

Isso sem falar nas falcatruas absurdas dos mais altos escalões que atravessam os fins de semanas escondidos bolando planos, planos mirabolantes para desvio de verbas, sem piedade desviam recursos, minguando o orçamento do cidadão, tirando-lhe o direito de um bem viver e na aposentadoria o prazer.

Publicidade

Políticos para se elegerem gritam aos ares suas boas intenções: " _Quero teu voto, trabalharei sem descanso para o povo de minha terra!"  Só que, para de fato trabalhar pela comunidade, não precisariam desfrutar de tantas mordomias, custando aos cofres públicos a bagatela de mais de cem mil mensais e o trabalho pouco se vê.

Em entrevistas, mostram-se alegres e sorridentes, jurando que estão solidários e o melhor para seu povo eles vão fazer, mas por baixo dos panos, aliam-se a colegas corruptos para verem jorrar o sangue de quem deveriam proteger. Fazem de seus cargos um mistério relacionado ao interesse, interesse direcionado a mais e mais suas burras encher.

Ainda lembro nos anos 70-80 os pais aconselhavam: " _Meu filho estude o mais que puderes, porque o ano 2000 está chegando e em seus dias tudo será fácil e moderno e quem tiver um pouco mais de estudo será beneficiado. Existirá a tal de tecnologia e nada será sacrificado como hoje, distâncias serão vencidas em segundos, não existirá fome e todos modernizados terão facilidade para vencer. Os regentes serão homens sérios e humanitários."

Aqueles pais, sobre estudar e a modernização estavam certíssimos, eles sabiam das "coisas", apenas se enganaram sobre o humanitarismo. #Opinião