Nesse fim de ano, não esqueça a #EducaçãoÉ muito comum as pessoas viajarem para festejar o Natal e o Ano Novo com os parentes e amigos. Muitas vezes após um ano trabalhoso e cheio de dificuldades e até mesmo enfrentando enfermidades, as famílias esforçam-se para passarem essas festas com o máximo de alegria.

No entanto, nem sempre os planos se realizam como o esperado. Muitas pessoas são recebidas pelos amigos e familiares com críticas. Acontece que quem está acima do peso ideal tem espelho em casa e já sabe que está fora de forma!

Quem está com rugas também já sabe. Ninguém quer nascer feio e muito menos quer ser "inferior". Portanto é falta de educação recepcionar os amigos e familiares com aquele velho comentário:"Nossa! Como você está gorda!" , "Nossa! Você está cada vez mais velho hein!" 

Uma pessoa educada nunca diz algo óbvio. As regras de etiqueta mostram claramente como devemos agir quando alguém que é apresentado deve ser recebido quando sua aparência difere do que esperamos. A melhor alternativa é contornar o "defeito" da pessoa com um elogio.

Uma pessoa pode estar acima do peso, mas com certeza ficaria feliz se ao invés de ser o centro das críticas recebesse um elogio sobre seu sorriso cativante, seus olhos cheios de esperança ou seus cabelos que durante horas foram tratados no salão.

Outro ponto importante é que no Natal costuma-se presentear pessoas queridas, mas muitas vezes o presente não agrada Por exemplo; uma pessoa mora em um local muito quente, e recebe de presente um casaco de pele, preto com bolinhas rosa e pratas. Ao invés de dizer: " Nossa! Nunca terei oportunidade ou coragem de utiliza-la!" .

Uma boa opção seria a pessoa dizer: " Obrigada! Amei a embalagem! Foi muito criativa! ". Outro ponto importante a ser tratado é no que tange ao período da permanência. Se a visita durar mais que uma semana, cabe aos visitantes fazer uma compra de alimentos a fim de ajudar nas despesas!

Quem hospeda familiares também deve proporciona-los um local confortável e um ambiente amigável, além de procurarem servir alimentos de boa qualidade e evitarem os momentos de confronto.

Amigos e familiares que se unem para a Ceia de Natal ou para o Réveillon, devem conscientizar-se de que a dona da casa nem sempre tem condições financeiras suficientes para arcar com a festa sozinha.

É de bom grado que cada #Família participante leve consigo uma salada ou uma sobremesa para ajudar. Educação é um fator muito importante no dia a dia e com certeza muito bem vinda nesse período do ano!

#Opinião