A maioria dos que trabalham em escritórios de fato usa terno e gravata, mas continua trabalhando na fábrica. Seguram um lápis, preenchem um formulário ou digitam num teclado ao invés de operar um maquinário industrial. A graxa que têm em suas roupas, no final do expediente, é a gordura do almoço. Ainda assim, é um #Trabalho de fábrica. É um trabalho de fábrica porque é planejado, controlado, medido e pode otimizar a produtividade. Esses trabalhadores sabem o que farão ao longo do dia e a manhã mal começou.

  • Se podemos por, podemos fazer mais rápido. 
  • Se podemos colocar num manual, podemos terceirizar. 
  • Se podemos terceirizar, podemos reduzir custos.

O resultado são milhares de trabalhadores frustrados, todos com sua genialidade desperdiçada, correndo contra o relógio para implementar outra norma, realizar outra reunião, fazer uma tarefa, preencher uma planilha etc. De fato, após tantos anos, continuam numa fábrica e mesmo assim fazem questão de impôr aos outros esse estilo de vida. Humildade, já não existe mais em uma sociedade que busca dinheiro, aparência e glórias.

A criatividade, inovação e liderança só algumas pessoas podem colocar em prática em uma grande organização? Todos nascem com algum talento, seja na arte, educação, esporte, mas os mesmos acabam sendo apagados pelo medo de tentar, o medo de errar, o medo de falar, o medo de se expressar, faz com que as pessoas desapareçam na multidão e, com isso, continuem sendo automatizados com regras e manuais, já que assim se errarem não serão culpadas.

A criatividade é algo que surge quando a pessoa encontra-se em uma situação em que seus pensamentos entram em conflito e a consequência, logo em seguida, é o surgimento de algo simples, porém que resulta na solução de problemas que antes eram vistos como impossível de resolver, mas nem todos têm a iniciativa de colocar em prática.

O ponto de vista mais complexo sobre o contexto que norteia este pensamento é que podemos alcançar grandes resultados que provém da iniciativa e criatividade, mas durante anos as pessoas seguiram o caminho mais curto que é melhor obedecer do que expressar novas ideias. #Opinião