A Petrobras foi criada nos anos 50 pelo então presidente eleito Getúlio Vargas para ser o sustentáculo petrolífero dos brasileiros.
Depois de ter alcançando sua independência sobre o produto, a ponto de já não precisar depender mais de grandes exportações em barris do óleo bruto, se encontra hoje em queda livre.
O Brasil, graças a novas descobertas de poços com a matéria prima, tinha a garantia de um novo porvir, em um futuro promissor, onde já não ficariam os brasileiros a depender das oscilações do mercado mundial e muito menos à mercê daqueles países que são os maiores produtores e por isso mesmo ditam regras aumentando o preço ao seu bel prazer.

O pré-sal foi decantado como a libertação e a auto-suficiência brasileira, ganhando assim a Petrobras um brilho universal, sobre a qual estrangeiros disputavam suas ações insistentemente, as grandes empreiteiras alardeavam suas obras faraônicas nas quais seriam empregados bilhões. Seguiam as concessões e tudo corria normalmente, sendo que os felizes detentores de suas ações estavam a lucrar e não tinham arrependimentos.

Mais parece conto da carochinha, pois de repente, sem que ninguém pudesse imaginar, explode sobre os brasileiros uma bomba de efeito catastrófico. Como epidemia espalha-se pelo mundo apavorantes notícias em todas as redes de comunicação, Petrobras em situação periclitante, desvios de verbas, ainda incalculáveis, pagamentos de propinas para corruptos e corruptores deixam a estatal à beira da falência. Incredulidade geral, homens diplomados e riquíssimos, que obtiveram para si ao longo de sua carreira política, a total confiança presidencial e por isso foram empossados em altos cargos de direção para que, justamente com trabalho sério e qualificado, fossem desenvolvendo o melhor para o crescimento da empresa. #Governo #Opinião #Crise

Homens riquíssimos e diplomados sim, mas gananciosos e sem escrúpulos que alçados ao poder corrompem e se deixam corromper, associados a outros do mesmo naipe raspam sem clemência os abarrotados cofres empresariais para simplesmente guardarem montanhas de Dólares e Reais em gavetas de um apartamento ou depositando somas altíssimas em paraísos fiscais, deixando-as lá paradas sem poderem de um centavo desfrutarem!
As desvalorizações de ações antes lucrativas revoltam os acionistas que clamam por justiça e que sejam imediatamente os valores devolvidos. Prisões são consumadas, nomes expostos deixam a população abismada, são velhos conhecidos no meio político, homens considerados idôneos, que ao terem tomado conhecimento de tais notícias encontram-se com dificuldades para acreditar. Geralmente o mais corrupto se acovarda e ganha com isso promessa de premiação! Ser liberto se delatar os companheiros de corrupção. Em seus relatos novos nomes e falcatruas vão se amontoando, em divulgações de como e quando fizeram. Chega a doer naqueles que realmente se empenham em trabalhos para crescimento desse glorioso Brasil brasileiro.