Na vida acontecem muitas coisas diariamente. Acontecimentos bons, não tão bons, coisas ruins... Dentre as experiências da vida, boa parte dos seres humanos residentes no planeta Terra, ensinados pelos pais desde pequenos de que existe um ser supremo que os protege, dedicam seus feitos maravilhosos a esse ser espiritual: Deus.

Porém, é bom raciocinarmos um pouco sobre isso. Quando alguém pergunta:

- Como está, tudo bem?
Você responde:
- Tudo bem, graças a Deus.

Pergunte-se:
E se não estivesse tudo bem, você diria:
- Tudo ruim, tudo mal, graças a Deus. (?)

Ainda... quando você sofre um acidente de carro e alguém pergunta:
- E ai, vocês estão bem?
Você diz:
- Estamos todos bem, graças a Deus!

Pergunte-se: Se alguém tivesse morrido, você diria
- Não, dois estão na UTI e um morreu, graças a Deus! (?)

Se algum parente está internado no hospital e te perguntam:
- E então, ele melhorou?
Você responde:
- Sim, está melhor, graças a Deus!

Mas caso aconteça o contrário, responderia:

- Não, ele acabou de morrer, graças a Deus! (?)

Resumindo, você coloca só as coisas boas como obra divina, ou coloca tudo como obra divina? Ainda, Deus só protege, abençoa, salva e nunca faz adoecer ou mata? Por que atribuir a Deus somente as coisas boas? Quando o pior acontece, então é culpa de quem? Do acaso, do Diabo, de Deus mesmo, sua, de quem?

Ainda, acredita que Deus costuma interferir mesmo na vida das pessoas, salvando-as de acidentes e fazendo-as melhorar quando estão doentes? Se a sua resposta for positiva, porque ele não interfere na vida de milhões de pessoas que morrem todos os dias na África, em países que estão em guerra, de pessoas que são vitimas de assalto ou que estão no leito de morte? Acha mesmo que Deus vai "gastar seus poderes" com um adulto cheio de pecados, o ajudando a ser aprovado num concurso de boliche, mas ignora uma criança pura, sem pecado, que nasce com deformidade e morre? Por que tamanha injustiça? #Igreja #Religião



Depois de ler isso, você ainda sente coerência no que foi induzido a acreditar desde criança?