Nos últimos tempos o cenário político vem sendo marcado por muitos escândalos envolvendo nomes do alto escalão. O mensalão que envolve petistas no esquema de apoio ao então governo Lula, que culminou na prisão de alguns dos grandes nomes da política nacional. Junto com o mensalão descobre-se um esquema de pagamento de propina de contratos bilionários com a Petrobras.

Houve um ano eleitoral marcado por campanhas de acusações e poucas propostas , partidos adversários usaram os escândalos para atingir a candidata do #PT, que por sua vez usa o passado do seu adversário contra o mesmo. Milhares de pessoas nas ruas reivindicando melhores condições de vida , pois o sistema educacional está em decadência , a saúde pública em falência múltipla dos órgãos e a segurança pública necessitando com urgência de segurança.

Publicidade
Publicidade

Graves violências em plenário, agressões verbais de um deputado contra outra colega deputada, que talvez termine em CPI, de praxe... Partidos de esquerda e seus aliados prometendo não dar trégua no segundo mandato da presidenta .

Teve entrega do Relatório da Comissão Nacional da Verdade, onde continha as investigações sobre os crimes políticos cometidos durante a ditadura que chegou até a ter rumores de uma possível intervenção militar, nada confirmado! Em 2014 especula-se que o Brasil fechará o ano com queda no PIB (Produto Interno Bruto), começando, assim, 2015 com dificuldades.

A poucos dias de ser empossada para seu segundo mandato a Presidenta Dilma Rousseff terá em suas mãos um país dividido, carente e necessitado em todos os seus setores. Terá trabalho em dobro, pois virão as cobranças da oposição e seus aliados e ainda terá que se articular com seus opositores, pois sem seu apoio seus projetos serão engavetados.

Publicidade

Resta a população se unir, reorganizar-se e esquecer partidarismo. O que está em jogo é o futuro do país e sua população, por mais quatro anos, enquanto partidos se digladiam por sua hegemonia , a população padece com a precariedade dos nossos órgãos públicos e nosso sistema político.

Não importa quem ganhou ou perdeu politicamente, quem não pode sair perdendo é a população que paga seus impostos e tem o direito de ver os mesmos revertidos em bens para a comunidade. #Opinião