Todo ano é assim: nossos empregadores e instituições fazem um acordo na véspera dos feriados comerciais como Natal, Dia das Mães, Namorados, etc. para mudarmos o turno de #Trabalho, muitas vezes sem aumento do número de funcionários, mas isso não vem ao caso. A questão simples é que, discutindo em várias rodas sociais, me parece unânime que "ninguém" gosta de trabalhar no domingo, feriado ou fazer hora extra sem um motivo muito forte, mesmo que esse motivo seja pessoal.

O que quero dizer é que nesse contexto, agimos de forma oposta quando desejamos ou temos a necessidade de comprar nesses horários em que não queremos trabalhar e provavelmente aquele funcionário o está fazendo com o mesmo desgosto que temos.

Publicidade
Publicidade

Como muitos sabem, se um serviço não gera lucro ele não se torna necessário. O mesmo serve para esses horários extras, estabelecimentos 24h e afins que, se não gerarem lucro nessas condições, mudarão para se adequar a esse sistema.

Muitos dirão que nesse caso estarão desempregando aquele funcionário que só pode trabalhar naquele horário para poder pagar as contas e seguirão a discussão por esse caminho, contudo, isso não é verdade, pois ainda existe a necessidade desses horários extras. Na maioria dos casos, não é necessário tal serviço. Além de ser desgastante - com funcionários que trabalham mais de 12 horas por dia, por exemplo, tendo seus momentos de lazer sacrificados por um lucro não "recompensatório" - fere o nosso ponto de vista, porque não desejamos estar no lugar do próximo e de um certo modo forçamos essa situação.

Publicidade

O que pode ser feito?? Devemos ter a reflexão sobre como queremos viver e aplicar parte disso ao próximo. Sabemos que cada pessoa busca uma forma de vida, mas como disse, é de grande aceitação que é um grande sofrimento "trabalhar no domingo". Uma pequena programação de consumo pode auxiliar o seu, o meu, o nosso descanso de domingo que não precisa ser sacrificado, reduzindo a qualidade de vida e prazer com o trabalho que deveria dignificar o homem e ajudar a #Natureza.

E você, o que acha a respeito disso? #Educação