Um escritor francês quer lançar uma versão em português da #História do cangaceiro e busca uma editora no Brasil, para publicar a biografia de Lampião (O Cangaceiro).

Lima Barreto escreveu a história do cangaceiro, que virou um sucesso internacional nos cinemas. O filme brasileiro circulou por mais de oitenta países e foi bastante premiado. O filme encantou muitos adultos e adolescentes e ficou em estreia por cinco anos na França. A história do cangaceiro faz sessenta anos e ainda é um sucesso mundial.

Cenas do longa-metragem marcaram o escritor francês e vai permanecer em seu imaginário para sempre. Jack de Witte se formou em engenharia e morou na cidade do Rio de Janeiro por três anos.

Publicidade
Publicidade

Ele é apaixonado pela história do cangaço desde adolescente e montou uma livraria com mais de 60 livros, que falam sobre Lampião e seu povo. O escritor francês percorreu todas as cidades do nordeste atrás de informações que envolviam a vida de Lampião.

Ele obteve informações valiosas sobre a vida de Lampião, desde o local onde o cangaceiro nasceu, até onde ele morreu, na cidade de Sergipe. O francês escreveu vários livros sobre o cangaceiro, que fizeram muito sucesso em Paris. Agora, o escritor quer lançar uma biografia em português e procura uma editora brasileira para publicar seu livro. O livro conta a história de Lampião passo a passo.

A narrativa do livro é toda em primeira pessoa e se refere a Lampião, uma história real do cangaço. O autor diz que o livro contém histórias arrepiantes do cangaceiro.

Publicidade

A pesquisa foi muito bem elaborada sobre os fatos da vida de Virgulino Ferreira da Silva. O escritor afirma que desde o começo da pesquisa sua intenção já era publicar o livro no Brasil. Os franceses são egocêntricos e não estão abertos a aprender sobre outros assuntos.

A história de Lampião e Maria Bonita marcou a cidade nordestina com seus acontecimentos de violência e valentia do povo do cangaço. É uma história que ficou marcada mundialmente. As pessoas têm a oportunidade de conhecer a história do cangaceiro nas escolas, eventos culturais, livros e no cinema. Lampião e seu povo viraram uma tradição popular e suas histórias são editadas por grandes autores.