Hoje a preocupação das pessoas em buscar um lugar melhor manifesta-se de muitas formas; na sustentabilidade, na procura da alimentação ideal, na moldagem do corpo, no desenvolvimento de aspectos mentais, no coaching nas empresas, na divisão dos lucros com os funcionários, nas proliferações das ONGs, nas campanhas da mídia em favorecimento às instituições filantrópicas, na capacitação profissional, na tecnologia usada para o progresso, como por exemplo a internet e em inúmeras outras. Mas por outro lado, o que vemos é o aumento da violência, da indiferença entre as pessoas, da desigualdade na distribuição das riquezas, do brutal poder das armas da guerra e mais.

Publicidade
Publicidade

Para o marqueteiro não há limites, a medicina virou comércio, os políticos promovem cada vez mais a corrupção, o repórter quer sobrepor-se à notícia, a responsabilidade é sempre do outro e assim vai.

Na obsessão por si mesmo, vale tudo para aparecer na telinha sem medir as consequências, até que chegamos a um culto generalizado do narcisismo: o selfie. O mundo precisa saber o que você anda fazendo, já que os próximos não veem.

Nesse contexto de dualidade, onde as ações tendem para os extremos da balança, ter a imagem de um Mundo Pior, parece ser mais fácil que buscar aquela representativa de um Mundo Melhor. Como seria esse Mundo?  O Paraíso, o Nirvana, o Éden... Seria regido pela satisfação dos cinco sentidos, do sexo, do poder, do ego? Se não, como se situar? Não adianta ficar jogando golfe de dia e de noite, depois de um tempo isso cansa e então? Onde estaria a Felicidade?

Quando o objetivo não é claro, como chegar nele? E mais, tendo-o claro, você já é um cidadão do seu Mundo Melhor aqui no planeta Terra? Ter uma imagem de onde se quer chegar é fundamental, principalmente se esse algo ainda é pouco vivenciado pela maioria, pois temos como resultado o Presente.

Publicidade

Os inimagináveis dias que estamos vivendo. A falta de compromisso é tanta que a ilusão está virando realidade, mentira verdade e estamos até fabricando a natureza. Consequências diretas e indiretas de tudo isso: câncer e infelicidades. Na busca por um Mundo Melhor, devemos deixar a imagem de um, para buscarmos aquela que satisfaça a todos, um Mundo Melhor só é possível para Todos. Não vivemos sozinhos. Desde o nascimento somos três; pai, mãe e filho. Onde buscá-lo então?

Nos corações dos seus construtores, que silenciosamente estão construindo em si o que almejam Lá. Seja mais um deles. Projete a sua imagem de um Mundo Melhor, não se esquecendo de nela colocar: os Outros. E comece com aquele que está vendo agora, ali, bem na sua frente!  #Opinião