O atual sistema educacional brasileiro é vergonhoso, um dos piores do mundo. A prova de redação do ENEM serviu apenas para ratificar essa informação que a maioria dos brasileiros já sabe. O resultado apresentado por 500 mil alunos, ao zerarem uma simples prova de redação, mostra para todos o quanto está deplorável e caótico o método de ensino no Brasil. Contudo, é necessário entender que essa foi uma consequência, ou seja, existe uma causa. Vários motivos explicam o fato da nota zero na prova de redação ser atribuída em massa.

Veja a seguir quem são os culpados e quais medidas deverão ser tomadas para evitar essa vergonha nacional.

Publicidade
Publicidade

A política governamental

A política governamental é a principal culpada pelo resultado de todo o processo educacional brasileiro. Não são somente as ações ou omissões do partido X ou Y. É o método que o Estado intervém na #Educação. Os governantes não se preocupam com investimento a médio e longo prazo, pois isso não dá retorno eleitoral. O investimento deve ser em algo que traga retorno imediato, mesmo que seja paliativo. O importante é conseguir votos para a reeleição. Logo, investir na base da educação para que todos saibam ler, escrever, interpretar textos e redigir uma redação requer um grande investimento, o retorno é a médio e longo prazo. Por isso, não há interesse político.

Além disso, os professores de escolas de nível fundamental e colégios do ensino médio são verdadeiros heróis.

Publicidade

O ambiente de trabalho muitas vezes é inóspito; há cadeiras quebradas, sala sem ventilação, ou seja, falta o básico na infraestrutura. Dessa maneira, não há como cobrar dos professores, pois eles estudam durante 4 anos de graduação para ganhar um salário irrisório e trabalhar nessas condições. Como ensinar uma criança a ler e escrever assim? Como ensinar um adolescente as técnicas de dissertação nessas condições? Para piorar tudo, o Estado impõe a política da "progressão contínua", uma espécie de "aprovação continua" implícita, sendo praticamente impossível reprovar um aluno. O resultado esta aí: 500 mil notas zero no ENEM e uma vergonha internacional.

Educação dos pais

Os pais têm sua parcela de culpa no resultado do estudo dos filhos. Quantos pais perguntam ao filho se ele já leu um jornal ou uma revista no dia? Quantos adolescentes têm a rotina de assistir um telejornal? A criança e o jovem tem o hábito de fazer "tarefa de casa" todos os dias?

Essa parte da educação é de responsabilidade dos pais.

Publicidade

E não há desculpa por falta de tempo, pois é necessário apenas estimular o hábito de ler um jornal diariamente ou ler um livro por semana. O processo de educação começa na #Escola e deve continuar em casa. Por isso que existe a "tarefa de casa" que o professor passa diariamente, mas poucos alunos fazem.

O que fazer?

Ao refletir sobre o que fazer, é necessário investir na educação primária, fundamental e no ensino médio. Todavia, a situação está ruim. Por isso, a principal medida deve ser uma implementação de aulas de redação e interpretação de textos diárias. Assim, todos os dias os alunos irão interpretar um texto e fazer uma redação. Dessa forma, no final desse ano, o número de notas zero irá reduzir consideravelmente na prova no ENEM.

Portanto, não devemos apenas lamentar. É imprescindível que medidas sejam tomadas urgentemente para que a educação melhore nesse país. O investimento em educação é a médio e longo prazo, mas existem medidas urgentes que devem ser tomadas, como incentivar a leitura e a escrita dentro e fora da escola. Caso essa pequena tarefa seja executada, no próximo ano não teremos que discutir com tanta vergonha a situação do ensino no Brasil. #Vestibular