Fico sem saber em que se transformou o Brasil, se na Ditadura a lei da disciplina e ordem eram palavras chaves, hoje numa democracia às palavras desordem e corrupção é algo banal.

O que adianta ter eleições obrigatórias em que o "povo brasileiro" exerce seu direito de votar em candidatos que de fato poderia muda a realidade decadente do sistema político nacional,em que os mesmos aumentam seus próprios salários sem previa consulta à sociedade e o salário mínimo precisa de um amplo estudo para saber se o reajuste vai impactar no desenvolvimento da economia.

Numa reflexão rápida, se o eleitor não votou no candidato X por acha que ele não é merecedor dessa grande oportunidade de construir,criar um país melhor para se viver ,haja vista pelo seu passado politico que impedia a candidatura ou por não está com a "Ficha Limpa" ,como que é possível o mesmo volta para política?

De fato os brasileiros não tem direito a votar e sim são obrigados a votar, se isso não existisse, talvez cenário atual não seria algo diferente. Mesmo com o princípio da liberdade presente na constituição que ninguém será obrigado a fazer ou deixar de fazer alguma coisa em virtude da lei, na prática são apenas palavras que juntas não fazem sentido e o significado da palavra democracia em que todos cidadãos participam no desenvolvimento do país, já que o povo deveria está presente na tomada de decisões políticas.

O que adianta estudar durante anos para concurso público, ter ensino superior se as melhores oportunidades são controladas por alguns, não se conquista mais, não existe aprovação e sim oferecimento de vagas ou vantagens que facilita o acesso. Cabe a população continuar a lutar e acreditar que um dia isso tudo vai mudar e que teremos no futuro próximo uma verdadeira nação Brasileira Justa sem desigualdade social e corrupção. 

O sucesso só é alcançado quando estabelecemos metas na vida e o sacrifício, determinação são ferramentas que apoiada a vontade de vencer, se tornam armas poderosas no caminho da vitória.