Será que seria muito egocentrismo da minha parte querer escrever sobres assuntos que me interessam? O jornalista acaba sempre tendo um preço e muitas vezes nem é tão caro assim. Os jornais querem notícias que tragam leitores, muitos deles. Nada de públicos seletos, histórias mais profundas.

"Vendido, vendido, vendido/ a preço de banana/ já não olha mais pro samba/ tá estudando propaganda" já disse Tom Zé na música Tribunal do Feicebuqui, que está no EP homônimo. A crítica dele é para os fãs que reclamaram que ele havia feito propaganda para uma marca de refrigerantes famosa. Ele, o Tom Zé, o tropicalista havia se vendido (?)

Entramos num ponto que discute se realmente nos vendemos ou nos adaptamos àquilo que nos interessa? Já que Tom Zé precisava da grana, assim como os jornalistas precisam.

Publicidade
Publicidade

Talvez se estivesse rico, Tom Zé não faria a propaganda, mas se fez é também porque quis. O dinheiro no fim foi doado, para evitar maiores complicações.

Eu, como jornalista, escrevo sobre temas que não me interessam, que muitas vezes vejo como superficiais. O que importa são as visualizações, afinal. E ficar escrevendo sobre literatura não dá tantas como eu esperava. Se for sobre os famosos, sobre os concursos, as histórias mudam. O que me interessa ainda escrevo (como esse artigo mesmo) para desabafar um pouco. Para pesquisar sobre os assuntos que mais gosto. Nada disso para ganhar uns trocados a mais.

Seria mais fácil conciliar. Escrever sobre o que gosto e ter leitores. Daria mais satisfação na escrita. Mais prazer no trabalho. Acabo gostando de coisas tão específicas, que muitas vezes ninguém sabe bem do que estou falando, mas continuo dizendo, escrevendo.

Publicidade

O interessante disso tudo é que escrevendo sobre concursos esses dias, olhei algumas oportunidades e acabei gostando do trabalho e do salário inicial. Felizmente, os gostos mudam. Somos o que somos pela adaptação. Não vai me surpreender se daqui alguns dias eu me ver pagando o boleto para a inscrição de algum concurso que havia escrito sobre. Agora, sobre os famosos, não adianta, acho que ficaremos sempre distantes... #Comunicação #Opinião