O país está à beira de um colapso, tanto energético quanto social. E isso é algo previsto há alguns anos pela classe científica. Mas como tudo aqui é solucionado após passar a turbulência, uma crise se instalou e a cada dia se agrava, deixando a população à mercê de suas próprias atitudes para solucioná-la.

Há alguns meses, o assunto principal era a corrupção, que geralmente está nas manchetes, pois é algo recorrente no país. E também neste período a população (as classes de renda mais baixas) já vinha sofrendo com racionamentos de água, algo que, para o governo, não era agravante e nem motivo para alarde. No entanto, a crise da água está ai e é algo que não dá mais para negar.

Publicidade
Publicidade

Falou-se então que a culpa seria de São Pedro, pois não choveu o esperado. O que recai sobre o aquecimento global e a culpa social que todos nós temos por promovê-lo. Então não há culpados e nem vitimados nesta situação, já que cada um tem a sua parcela de contribuição. O que nos resta é aguardar uma solução das autoridades para que tirem a população desta situação inesperada e tornem-se, mais uma vez, os salvadores da pátria.

Enquanto isso, ocorrem investigações de corrupção e fraudes  que podem chegar a bilhões retirados dos cofres da empresa mais promissora e lucrativa pertencente ao país, a Petrobras. A empresa perdeu muito do seu valor de mercado, mas ainda é lucrativa, tanto para os investidores quanto seria para a população, se o seu lucro fosse realmente para o beneficio da mesma.

Publicidade

Diante de tudo o que acontece hoje referente a essa crise política e social, resta apenas ao governo tomar medidas de contenção de gastos e aumento de impostos para cumprir com compromissos assumidos interna e externamente, para que o país não perca mais do que já foi perdido. E, seguindo a lógica de planejamento e gerenciamento do serviço publico oferecido pelo estado, nós, a população, que temos que pagar por serviços públicos de "qualidade" com essa alta dos impostos, já que os cofres públicos estão falidos. #Opinião