Na volta da sua sétima viagem internacional das Filipinas, onde ele celebrou uma missa na frente 7 milhões de fiéis, o Papa Francisco novamente falou com os repórteres sobre a paternidade e maternidade responsáveis: ''Ouvi que ter três filhos é demais  e isso me deu tristeza, porque três filhos por casal é o mínimo necessário para manter a população estável''.

O que conta é o amor e o cuidado com os filhos, principalmente em um momento em que o mundo está se tornando cada mais mais violento e sem amor.

Respondendo a uma pergunta sobre controle de natalidade, advertiu contra a teoria populacional neomalthusiana que busca "um controle de natalidade pelas potências" e os resultados são as taxas de natalidade muito baixas. Isso não significa, explica ele, "que o cristão deve ter filhos em série." Ele disse que repreendeu uma mulher que estava grávida do oitavo filho e sete haviam nascido de cesariana. Em caso de complicação no parto, ela poderia deixar sete ou oito crianças órfãs.

''Desculpe-me, algumas pessoas acreditam que ser um bom católico significa ter filhos como coelhos, mas não é assim'' . Qualquer ser pode se reproduzir mas isso significa que tem que cuidar, amar e proteger os filhos e não se reproduzir como coelhos sem ter a responsabilidade e consciência do dever que ser pai ou mãe.

O Papa acrescenta: ''a igreja deve considerar mais as mulheres e o papel importante que elas têm dentro da igreja, na família e na sociedade.''

"Quando eu digo que é importante que as mulheres sejam mais considerados na Igreja, não é apenas para dar-lhes uma função, como o secretário de um ministério ou outras coisas, mas porque elas nos  ensinam como nos sentir e como devemos olhar para a realidade. Por que as mulheres olham de um jeito diferente com uma riqueza especial, algo maior."

O Papa Francisco anunciou que ainda este ano vai para a República Centro-Africana e Uganda, uma viagem que está um "pouco" atrasada por que havia o problema do vírus Ebola . É uma grande responsabilidade fazer grandes encontros de fieis, por causa do grande risco de contágio que poderia ocorrer entre as pessoas. Mas, nestes dois países por enquanto, não há nenhum problema.

#Religião