O carnaval brasileiro é conhecido internacionalmente por sua música, beleza das fantasias e a diversidade cultural encenadas pelos foliões, atraindo muitos turistas do mundo inteiro. São pessoas que vem para o país somente para conhecer esta grande festa.

O fato é que o carnaval brasileiro também tem chamado a atenção da #Mídia mundial de uma forma negativa pelos crimes cometidos durante o evento. Infelizmente este ano foi registrado em todo o país um aumento no número de assaltos, homicídios e tráfico de drogas.

No Ceará foram 79 homicídios registrados durante as festividades, sendo que esse foi considerado o carnaval mais violento das últimas duas décadas, o que tem assustado muitas famílias, pois muitos desses crimes foram praticados em cidades pequenas do interior antes consideradas tranquilas e pacatas.

Publicidade
Publicidade

No Rio de Janeiro o turista alemão Fred Nicfind,de 51 anos, veio ao país para participar do carnaval, mas morreu após ser esfaqueado durante uma tentativa de assalto. Ele estava junto com sua esposa Sybelle Jurth que também foi ferida.

Em pelo menos 54 cidades do interior paulista, policiais registraram um aumento de 73% nas prisões por tráfico de drogas durante o carnaval.

Em Itupeva, interior paulista, durante o carnaval de rua, um homem de 23 anos foi preso na madrugada do dia 17 de fevereiro, acusado de tentar beijar a força uma menina de 11 anos. Segundo os policiais e algumas testemunhas do local, o suspeito estava embriagado quando agarrou a força a menina que estava em companhia de sua mãe, e tentou beijá-la na boca. O suspeito foi indiciado pelo crime de estupro de vulnerável, já que a lei 12.015/09 envolve qualquer tipo de ato libidinoso praticado por meio de violência.

Publicidade

São fatos vergonhosos que mancham a imagem do Brasil no exterior, pois o carnaval é para ser uma festa de alegria, descontração, união e amizade, mas que ultimamente tem terminado em tragédias e tristezas para muitos. É preciso  conscientizar as pessoas de que o país só tem a perder com tudo isso. #Entretenimento #Negócios