Muito se fala da necessidade de qualidade quando nos referimos às notícias, sejam elas veiculadas via rádio, TV, jornal ou internet. Isso porque no meio das matérias que podem ser classificadas como "notícia" há muita publicidade, fofocas e sensacionalismo.

Se prestarmos bem atenção, há menos notícias do que deveríamos consumir para nos manter informados sobre esse nosso mundo de tantos acontecimentos.

Infelizmente o que se vê e se ouve são repetições ad infinitum das mesmas poucas 'novidades', que de tão repetidas se tornam chatices, e uma infinidade de acontecimentos que não fazem a mínima diferença para nós se não soubermos deles.

Publicidade
Publicidade

Mas como o que move a #Mídia é a venda de espaços para publicidade e, na internet, visualizações da matéria, somos inundados com um sem-número de matérias, muitas vezes que não informam nada, mesmo tendo fundo de notícia.

Vejamos alguns exemplos do que não devia ser noticiado, mas está sempre nas manchetes dos sites de notícias:

Jornal do Commercio - Recife

Paolla Oliveira se separa de Joaquim Lopes. - Com certeza depois de saber disso sua vida vai mudar, não é verdade? Mas quem é mesmo esse casal?

Depredação de coqueiros no Parque Dona Lindu - A matéria com três linhas e meia, só diz que as palhas dos coqueiros estão sendo utilizadas pelos artesãos para seus trabalhos e que quem tenta impedir é ameaçado com facões.

O Globo

Aos 34 anos, Sato revela que pela primeira vez teve que fazer regime para o carnaval. Sem comentários.

Publicidade

É autoexplicativo a desimportância do enunciado.

UOL

Acidente entre dois carros mata uma pessoa em São Paulo - O tamanho da generalização do título quase corresponde ao da cidade citada. A matéria não vai muito além do que o título diz, acrescentando somente que houve quatro feridos, o nome da rua e que o trânsito ficou interditado, mostrando uma foto com os dois automóveis com as frentes arrebentadas. É a matéria tipo: Aconteceu alguma coisa, em algum lugar, com alguém, em algum tempo.

Terra

"Não lavo mais o cabelo todo dia", diz filha de Alckmin - A matéria diz que a moça mora em um bairro afetado pela falta d'água e indica que ela afirmou que "Estou fazendo muita coisa para economizar. Não lavo mais o cabelo todo dia. Agora uso xampu a seco. É ótimo"

Fica no ar a pergunta: O que está acontecendo com o jornalismo?

Se por um lado parece que ele está se perdendo na necessidade da criação de matérias, e isso é ruim, por outro ele está se adequando ao que a maioria das pessoas quer realmente saber, e isso é bem pior.

De qualquer forma ainda há a possibilidade de conseguirmos boas reportagens depois de algum trabalho para garimpar as publicações e separar o cascalho das pedras preciosas. #Comunicação