No mesmo momento em que a novela Império chega ao fim, cujo tema principal diz respeito à extração de recursos naturais preciosos, como diamantes e ouro - com destaque ao monte Roraima -,  vem à tona o drama ocorrido na vida real, próximo à capital da república. Os moradores de Paracatu, no estado de Minas Gerais, a apenas 200 km de Brasília, estão sofrendo graves lesões à saúde, com ocorrência inclusive de óbitos, devido à atuação de mineradoras ao longo de 30 anos extraindo ouro e prata.   

De acordo com estudos realizados por especialistas de universidades da região, o elemento químico Arsênio,  presente na poeira de Paracatu, pode ser absorvido pelo organismo humano, principalmente por inalação e ingestão. O arsênio inorgânico é extremamente tóxico e milhões de pessoas no mundo ficam doentes e morrem sem saber que a razão da doença é por envenenamento crônico deste elemento.

Desde 2005, a empresa canadense Kinross Gold Corporation, comanda a extração de ouro e, segundo o Ministério Público Federal (MPF), que em 2014 moveu ação contra esta empresa, entre 1998 e 2010 a Kinross explorou e vendeu - sem autorização do Departamento Nacional de Produção Mineral (DNPM) - 42 toneladas de prata na região, gerando prejuízo à união de R$ 57,2 milhões.

Várias denúncias já ocorreram em virtude do elevado índice de câncer em consequência da contaminação pelo arsênio, em virtude da forma atual utilizada pelas mineradoras - que consiste em processo de extração denominado 'cianetação' - onde o arsênio é liberado após destruição da rocha para retirada do ouro. Em 2014, o Hospital do Câncer de Barretos, no estado de São Paulo, atendeu 100 pacientes da cidade de Paracatu. 

A atividade de mineração que funciona à céu aberto no município de Paracatu também provoca danos relativos à poluição do ambiente, inclusive sonora, e tremores de terra que afetam as construções. Diversas casas localizadas próximas à Mineradora Kinross possuem rachaduras provenientes das bombas utilizadas, não existindo reparação que resolva.  Problemas de insônia são comuns na cidade -imagine dormir com um barulho desses?

Apesar de toda a repercussão ocorrida na imprensa e redes sociais acerca do prejuízo ambiental em decorrência da atividade de mineração em Paracatu, a mineradora Kinross se defende e ressalta todos os benefícios que trouxe para a região e os projetos sociais em execução, demonstrando a sua preocupação com a população local com várias ações previstas para execução. Em contrapartida, os cientistas advertem sobre os riscos e a importância de uma vigilância contínua no local. #Negócios #Natureza