Um homem de San Diego estava em Las Vegas a trabalho e ao passar todos os dias pelo mesmo local, notou um morador de rua (Paul) lendo sempre o mesmo livro. Ele então resolveu parar para falar com ele e os dois tiveram uma boa conversa sobre o amor de ambos pela #Literatura.

Quando o estranho soube que sempre que Paul terminava o livro, ele começava o primeiro capítulo de novo, ele voltou no dia seguinte e deu a ele seu próprio Kindle com aproximadamente 200 livros, incluindo livros de George R.R. Martin, William Falkner, Cormac McCartthy, James Joyce e Ernest Hemmingway. Além disso, ele disse que voltaria no dia seguinte para entregá-lo o carregador (que ele poderia usar em algum café ou bar) e dar também seu endereço, para que Paul pudesse enviar o Kindle quando terminasse de ler os livros e precisasse de  novos.

Publicidade
Publicidade

O senhor disse que se ele não conseguisse levar o carregador, isso não seria problema, pois ele tinha amigos que poderiam resolver isso pra ele.

Segundo o benfeitor, ele ganha muito bem e já passou por uma fase de má sorte, como Paul. Então, ele sempre tenta ajudar moradores de rua com doações que não sejam em dinheiro. "Eu não poderia apenas continuar com o aparelho em minha bolsa, sabendo que alguém poderia tirar muito mais proveito disso do que eu. Isto custa tão pouco. Eu nunca tinha visto alguém tão feliz por ter recebido algo. Vê-lo todo dia lendo me trouxe muita alegria. Gastar uma ou duas horas do meu salário para tornar a vida de alguém infinitamente mais suportável é o mínimo que posso fazer. E eu também queria uma desculpa para comprar o novo Kindle Voyage", disse ele.

No fim de janeiro, Paul estava lendo o que foi provavelmente sua primeira escolha no aparelho: 'A Guerra dos Tronos', primeiro livro da série 'As Crônicas de Gelo e Fogo';  e disse para o 'anônimo' que já ia ler seu segundo livro.

Publicidade

O estranho contou essa história usando seu username 'mjuad' no site Reddit e é um exemplo de que a leitura pode dar mais sentido à vida de uma pessoa. Ele não sabe se Paul sempre viveu em Las Vegas ou se estava de passagem. 

Em quais países as pessoas gastam mais tempo lendo?

De acordo com o Índice de Cultura Mundial, a Índia está em primeiro lugar. Cada um de seus leitores dedicam semanalmente 10.7 horas à leitura; em segundo vem a Thailândia, com 9.4 horas; em terceiro a China, com 8 horas e em vigésimo oitavo lugar o Brasil, com 5.2 horas semanais. Esses dados colocam o Brasil entre os cinco países em que as pessoas menos leem.  

Curiosidades sobre o Kindle

A primeira geração do e-reader foi lançada pela Amazon em 2007, com o valor de 399 dólares e foi a única versão que tinha slot para cartão SD e não foi comercializada fora dos EUA. Hoje em dia, ele é amplamente comercializado ao redor do mundo.