Neste Domingo (8), marcado pelo Dia Internacional da Mulher, o papa Francisco destacou a presença e o papel que as mulheres têm na sociedade atual, e ressaltou que um mundo que marginaliza a presença feminina ‘é um mundo estéril’.

O pronunciamento do papa Francisco ocorreu na manhã de hoje (8), na praça de São Pedro, na sacada do Palácio Apostólico do vaticano, depois da oração do Ângelus. O pontífice destacou, para dezenas de fiéis que estavam presentes, a necessidade e a importância da presença das mulheres na vida.

Francisco também relacionou que um mundo no qual as mulheres são marginalizadas é um mundo estéril, pois elas não apenas concedem o nascimento de uma outra vida, como também possuem a capacidade de entender e olhar o mundo com outros olhos, como também sentir as coisas com o coração mais criativo, dócil e amoroso.

Publicidade
Publicidade

Durante a ocasião, o papa felicitou, com uma especial saudação, todas as mulheres que a cada dia batalham para construir uma sociedade mais acolhedora e mais humana. Com agradecimento, estendeu a saudação, aquelas que, de diferentes modos, se dedicam a #Igreja e testemunham o Evangelho.

O Dia Internacional da Mulher, 8 de março, surgiu como uma homenagem a operárias que foram trancadas dentro de uma fábrica de tecidos, em Nova York, em 1957. Elas reivindicavam melhores condições de trabalho, além de melhores salários e jornadas de trabalho reduzidas.

Contudo, a manifestação foi reprimida com violência, sendo todas as mulheres trancadas dentro da fábrica, sendo incendiada. No ato desumano, cerca de 130 tecelãs morreram carbonizadas. Apesar da tragédia ter ocorrido em 1957, apenas em 1910, durante uma conferência na Dinamarca, o ‘Dia Internacional da Mulher’, decidiu homenageá-las no dia 8 de março.

Publicidade

A data foi oficialmente conquistada em 1975, por um decreto, anunciado pela Organização das Nações Unidas (ONU). A criação da data não é apenas uma homenagem e uma comemoração, mas sim, uma forma de diminuir o preconceito e a desvalorização da mulher na sociedade.

Para as mulheres brasileiras, a grande conquista foi no dia 24 de fevereiro de 1932, quando o voto feminino foi instituído. Anos de discussões e reivindicações deram a mulher a participação nas escolhas políticas do país, e também, de serem aceitas para cargos no legislativo e executivo. #Religião