Se o smoking alugado para as comemorações do dia do jornalista em abril não foi devolvido, não o faça ainda. Se já foi devolvido corra e alugue novamente. O três de maio bate às portas e traz uma comemoração merecida: o Dia Internacional da Liberdade da Imprensa. Depois que as comemorações terminarem, novamente, não devolva o smoking. No dia primeiro de junho tem o dia internacional da imprensa. Aliás, todo o jornalista deveria ter o seu smoking, ainda que seja somente para utilizar em datas especiais. Em abril tivemos uma, em maio outra e junho já começa com comemorações.

Logo após o feriado prolongado, tenha viajado ou não, será novamente dia e hora para vestir rigor (real ou figuradamente).

Publicidade
Publicidade

A liberdade de imprensa foi um direito duramente conquistado e, em alguns países, muitas pessoas ainda sofrem e tem que colocar uma mordaça para conseguir sobreviver.

O que isto significa? Após 1993, oficialmente, a ONU (Organização das Nações Unidas) e a UNESCO (Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura), órgãos de defesa dos direitos humanos em nível internacional declaram que todos os profissionais da mídia, tem o direito de investigar e publicar informações de forma livre.

É importante lembrar que informação é poder e que todo o governante quer exatamente isto e para tanto tenta obter o controle dos meios de #Comunicação. Isto é algo que sempre existiu e ficou conhecido como "censura", o mal lembrado regime militar brasileiro, foi useiro e vezeiro em aplicar esta regra de ouro para as ditaduras, bem antes que a declaração e o dia mundial fossem estabelecidos (a revolução já está com certa idade, mas quem a viveu dificilmente conseguirá esquecer, principalmente jornalistas e seus familiares).

Publicidade

Dizer que ela não existe é piada para poucos rirem. Existem diversas formas ocultas sob as quais ela ainda está ativa e precisa ser combatida em todas as frentes de batalha, ainda que seja em uma guerra sem quartel.

Os alertas sobre jornalistas torturados e assassinados já não mais estão escondidos. Os fundamentalistas, que Deus nos livre deles, mostram em vídeo, jornalistas sendo decapitados, outros levando tiros na cabeça, para quem quiser ver e ouvir.

Alguém mais quer algum motivo para aliar-se a todas as pessoas que deploram esta situação? Por isso mesmo não deixe os jornalistas comemorarem sozinhos, uma sua voz ao coro de defesa que certamente ecoará no dia 03 de maio, como garantia para a continuidade de um combate necessário e justo. #Opinião