Os #Cães são aqueles amigos fiéis para todas as horas, inclusive as piores. Esse é o caso de um cãozinho, aparentemente com uns três ou quatro meses de vida, que ficou desesperado ao ver o dono morto.

O #Crime aconteceu em Marialva, no Paraná. Um homem foi morto a pedradas em um terreno baldio da cidade. Seu corpo foi encontrado por funcionários da prefeitura que realizavam a limpeza de rotina do local. O homem foi encontrado morto em uma vala.

Próximo ao corpo do homem ,que até esse momento ainda não foi identificado, havia um carro abandonado, possivelmente pertencente à vítima. Quando a Polícia abriu o porta malas, encontrou o cão, que desesperado saltou do carro e correu em direção ao corpo do dono.

Publicidade
Publicidade

O cão latia incessantemente, como se não acreditasse no estava acontecendo e tentasse chamar pelo dono. O filhote foi encaminhado para o Centro de Zoonoses da cidade e um inquérito policial foi aberto a fim de apurar o crime.

Esse não é um caso isolado. Há alguns anos a imprensa divulgou  as imagens de um homem que havia sido assassinado e que seu cão se recusava a sair de perto do corpo. O animal se deitava junto ao dono, como se estivesse o protegendo. Mesmo após a chegada do carro do IML, o cão ainda estava relutante em abandonar o seu "amigo".

Centenas de outros casos são relatados em todo o mundo com frequência. A história do filme "Sempre ao Seu Lado", conta fatos verídicos de um cão da raça Akita que fica anos em frente a uma estação de trem esperando por seu dono, sem saber que ele faleceu após um infarto.

Publicidade

O cão permanece ali até a morte.

Outro cão famoso pela fidelidade ao seu dono, é Capitán, um pastor alemão que se manteve ao lado do túmulo do dono durante seis longos anos. Ele possuía uma casa, mas o animal simplesmente se recusava a sair do lado do túmulo, como se estivesse com a esperança que o dono se levantasse.

No Brasil, quando ocorreu o trágico deslizamento de terras em Teresópolis, um cão chamado Leão, teve sua imagem repercutida em todo o mundo, por ser clicado várias vezes ao lado da sepultura de sua dona, falecida no deslizamento.

De fato, os animais têm muito o que ensinar aos seres humanos quando o assunto é lealdade.