O que pode parecer uma brincadeira, se revela como uma proposta séria e que leva em conta a saúde de muitas jovens em todo o mundo, principalmente, na França, um dos lugares onde a "moda" atinge ponto de destaque no mundo feminino. A coisa virou lei e uma multa de 7 mil libras foi estabelecida. A lei foi votada e aprovada pelo congresso francês. O crime citado é denominado "incitamento à extrema magreza". Qualquer localidade na rede que incentive esta atividade recebe a multa estabelecida em uma primeira advertência, podendo no caso de reincidência ter o local fechado e retirado dos mecanismos de busca.

O número de pessoas atingidas, somente na França, é esperado no entorno de 40 mil, entre as quais a taxa de mortalidade é alta.

Publicidade
Publicidade

A anorexia pode deixar a pessoa extremamente magra e sujeita a todos e quaisquer tipos de males que organismos sem defesas permitem.

A União Nacional das Agências de Modelagem (SYNAM) da França, se queixou de que a nova lei poderia prejudicar a competitividade da modelagem francesa. Maud Olivier e Catherine Coutelle, os deputados responsáveis, enfrentaram resistências e como resposta citaram diversas localidades onde a atividade está sendo desenvolvida sem que nenhum controle seja desenvolvido. Esperam eles que a partir da promulgação, após a passagem pelo senado, este problema seja diminuído até que se consiga a sua eliminação.

Considerando a elevada taxa de mortalidade provocada pela anorexia como um distúrbio psiquiátrico de difícil tratamento é importante trabalhar sobre este contingente de mulheres que veem esses modelos como um exemplo de estética.

Publicidade



A câmara de deputados no Brasil também avalia demandas para proibir menores de idade de frequentar as passarelas, mas a morosidade do congresso não permite ver algo referente ao assunto aprovado em tempo curto. Se exemplos valem, Giorgi Armani, um dos expoentes na área da moda declarou que "é um dever trabalhar em conjunto contra a anorexia". Resta torcer para que o exemplo francês se espalhe por todo o mundo.