A união civil entre pessoas do mesmo sexo é um assunto bem delicado em certos meios, como em igrejas. Existe ainda, e muito, um pensamento que não vem acompanhando a evolução do ser humano, pelo menos de uma parte que consegue enxergar as coisas com um pouco mais de clareza e se dar conta de que não dá para ir contra um mundo em constante mudança.

Mas, apesar da #Igreja Católica ser bastante relutante com relação à união de homossexuais, o Padre Fábio de Melo surpreendeu em uma entrevista ao jornal O Globo,  demonstrando ideias avançadas, progressivas, com relação ao assunto.

"A união civil gay é um direito, não tem nada a ver com religião, ninguém está pedindo para entrar de véu e grinalda na igreja", foram as palavras do Padre Fábio de Melo ao jornal.

Publicidade
Publicidade

Há algum tempo falou-se até mesmo no Papa ter dito ser a favor do casamento homossexual, mas na verdade o que aconteceu foi que o Pontífice não disse ser a favor e sim pediu que a Igreja deveria descobrir as razões que levaram alguns lugares a aprovar a união civil entre pessoas do mesmo sexo em vez de condená-las. Disse ainda que a Igreja tem todo o direito de manifestar as suas opiniões, mas não de interferis na vida de pessoas homossexuais.

Apesar disso, é bom ver que há pessoas na Igreja com uma visão mais atual com relação a relacionamentos, como é o caso do Padre Fábio de Melo. O padre, aliás, sempre mostrou-se diferente do que a "sociedade" espera de um religioso, sempre extrovertido e muito divertido, tanto que conta que uma vez, nas redes sociais o acusaram de ser um fake, por conta de uma piada que postou: "Um padre nunca escreveria isso." 

Voltando ao tema do texto - não esperemos que a Igreja Católica mude radicalmente - nem nos próximos anos -, mas se tivermos mais religiosos com o pensamento do Padre Fábio de Melo, certamente teremos uma maior compreensão por parte de quem tem pensamentos mais tradicionais, uma vez que pessoas religiosas, como padres, têm influência e são muitas vezes, formadores de #Opinião.

Publicidade