A procrastinação é considerada uma das maiores inimigas da produtividade. Mas, será que não procrastinar é suficiente para que a organização seja produtiva? Com a palavra, os pesquisadores da Universidade de Pittsburg, na pesquisa efetuada sobre a importância do tema para a organização moderna. Joel Chan considera que a obtenção da produtividade está relacionada a um #Trabalho dirigido e extensivo e é resultado de muito suor.

Em pesquisas desenvolvidas na openideo, uma comunidade crowdsourcing, que aborda questões sociais e ambientais, o tema produtividade foi questionado com utilização de apresentação de soluções para diversas palavras que poderiam ser consideradas problemas para sua efetivação.

Publicidade
Publicidade

O parágrafo de abertura deste artigo é um exemplo, onde o termo procrastinar se destaca como um problema a superar para que a produtividade possa ser alcançada.

A inércia e o fator resistência são outros exemplos de obstáculos que precisam ser superados para que a produtividade seja atingida. Outros aspectos de importância serão discutidos na Quality and Productivity Research Conference, em junho de 2015, na qual o tema produtividade estará diretamente relacionado com a criatividade e a inovação para um mundo conectado.

O tema produtividade está também ligado ao aspecto da exploração feita pelos patrões com os colaboradores da organização, tema que já serviu como pano de fundo para diversas lutas sociais. Sua ligação com alienação teve sua razão de ser em tempos antigos, mas ainda podem ser observados reflexos naqueles que se preocupam apenas com a organização e esquecem tudo o mais e correm em busca de uma produtividade.

Publicidade

Diversos aspectos complementares podem ser pontuados, mas todos eles representam esforço adicional para aquela pessoa que deseja se destacar pela produtividade.

Ela terá que se ater: ao importante em detrimento do urgente; ao extraordinário em detrimento do comum; ao ato de carregar pedras grandes em detrimento do cascalho; ao chamado para utilização da tecnologia em detrimento de soluções manuais; e a economizar a sua energia em detrimento de sofrer desgastes desnecessários pela pressa em resolver as coisas.

Nem sempre produtividade está relacionada com velocidade. Fica o convite para que você aprenda mais sobre o tema no congresso referenciado. Se você conseguiu ler até este ponto pode considerar-se um candidato à produtividade.